PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Blog dos Colégios

Alunos simulam Rio+40

O meio ambiente é tema que precisa ser constantemente valorizado na sala de aula. Afinal, é importante sempre lembrar que o descaso com a natureza pode causar falta de recursos, alterações climáticas e outros danos imensuráveis que comprometem a vida na Terra.

PUBLICIDADE

Por caroline ropero
 Foto: Estadão

Com o objetivo de inserir as crianças em um universo de debates e novas descobertas sobre esse assunto, os alunos do 5º ano simularam a Rio+40, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, como se estivessem em 2032. Os participantes assistiram a uma aula especial com alunos do Ensino Médio sobre a importância da água e do cuidado com o meio ambiente. Em seguida, cada um defendeu sua ideia para ajudar a melhorar o planeta.

 Foto: Estadão

Maitê dos Santos, do 5º F, lembrou que o crescimento desordenado das cidades aumenta a quantidade de carros nas ruas e provoca a destruição da natureza. "Precisamos adotar medidas urgentes para preservar o solo, a água e o ar. Assim, poderemos garantir os recursos naturais para o futuro."

 Foto: Estadão

Gabriel Caruso, do 5º E, falou sobre aquecimento global. "Devemos desenvolver uma relação mais equilibrada com o meio ambiente e, apenas por meio da sustentabilidade, a capacidade de recursos para as próximas gerações não será comprometida."

 Foto: Estadão

A grande quantidade de lixo é a principal preocupação de Isabella Ferreira, do 5º F. "No Brasil são produzidas toneladas por dia e ainda não temos algum tratamento ou reaproveitamento de lixo que seja satisfatório."

 Foto: Estadão

Na opinião da professora Nathália Malagodi, a atividade foi bastante significativa pois, a partir da reflexão sobre o tema, as crianças concluíram que uma atitude simples pode fazer a diferença. "Eles entenderam que o trabalho realizado agora será importante para que os problemas de hoje sejam amenizados nas próximas gerações."

Publicidade

 Foto: Estadão
Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.