PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Blog dos Colégios

Opinião|Departamento de Estudos Internacionais do Rio Branco permite vivência global aos alunos

Atualização:

Além da formação global e humanística, a internacionalização é um dos principais norteadores do trabalho realizado pelo Colégio Rio Branco, tanto para a formação de alunos, como atualização dos educadores.

PUBLICIDADE

Anualmente, a instituição realiza inúmeras atividades internacionais, intercâmbios e parcerias que oferecem subsídios pedagógicos para o ensino e aprendizagem, que além das experiências adquiridas, também permitem aos estudantes, o ingresso em universidades internacionais para graduação no exterior.

O Departamento de Estudos Internacionais já apoiou alunos em processos para instituições dos Estados Unidos e outros 20 países, dentre eles Canadá, França, Austrália, Alemanha, Espanha e China. A área também oferece consultoria, atendimento individual focada no projeto de cada aluno, apoio na construção do currículo e carta de apresentação, oficinas e simulados, entre outras.

Parceria sólida com a Finlândia Foto: Estadão

Tradição em internacionalização

A instituição acompanha as principais tendências e metodologias de ensino, investindo, também, em benchmarking internacional. O Colégio Rio Brancoé um parceiro oficial da Finlândia, mantendo um estreito relacionamento com seus órgãos oficiais, como o Ministério da Educação e a Embaixada da Finlândia no Brasil, além de instituições de educação, sendo um hub no Brasil da TAMK - Tampere University of Applied Sciences.

Publicidade

A parceria entre a TAMK e o Colégio Rio Branco promove, entre outras ações, o programa "Educadores para o século XXI", voltado para professores do Colégio Rio Branco das unidades Higienópolis e Granja Vianna, contemplando todos os segmentos educacionais. O programa de formação docente é realizado ao longo de 18 meses e aborda temas como "Uso da Tecnologia na Educação" e "Resultados e Avaliação em Educação".

A instituição também realiza encontros, abertos ao público, com o objetivo de promover o intercâmbio estudantil de brasileiros para a Finlândia e explicar todos os tramites e regras, já que o país oferece programas de graduação, pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado para brasileiros gratuitamente. Assim, os alunos do Colégio Rio Branco, possuem todo o apoio e respaldo necessários para o ingresso em universidades finlandesas.

Há mais de 10 anos, a instituição realiza visitas regulares ao país em ações de benchmarking, além de seminários internacionais, que já reuniram autoridades da educação do país nórdico, e formação docente para professores me parceria com a TAMK.

A diretora-geral, Esther Carvalho, na Graduate School of Education Foto: Estadão

Com relação a Harvard, por exemplo, o Colégio Rio Branco foi a primeira instituição brasileira a fazer parte do programa Research Schools International oferecido por pesquisadores da Harvard Graduate School of Education (EUA). O programa aproxima a experiência da escola com a pesquisa no campo denominado "Mind, Brain and Education" e pretende aprimorar as práticas educativas existentes. O trabalho consiste na aplicação da Neurociência ao ensino - uma das principais tendências na área da Educação.

Durante todo o ano, a instituição realiza projetos com a universidade americana. Em uma das ações, a diretora-geral do Colégio Rio Branco, Esther Carvalho, participou do programa "Women in Education Leadership" da Harvard Graduate School of Education, nos EUA. O encontro reuniu educadoras de diversos países em torno de importantes questões que envolvem a gestão educacional na atualidade. O objetivo foi estimular a liderança e a eficácia dos trabalhos em equipe, por meio análises de casos reais, gerenciamento de redes estratégicas de trabalho e relacionamentos, além do mapeamento de metas específicas de liderança na área da educação.

Publicidade

Outros destaques

Renata Condi visitou instituições na Inglaterra Foto: Estadão

PUBLICIDADE

Recentemente, a coordenação de Estudos Internacionais visitou escolas e universidades em Londres para a ampliação de novas parcerias. A professora Renata Condi, coordenadora de Estudos Internacionais, visitou instituições como a University of Greenwich, Royal Holloway University of London, Ardingly College e Lancing College.

Há sete anos, o colégio também recebe a equipe do Boston Cambridge Institute para apresentar aos pais e alunos o programa de pré-intercâmbio para os Estados Unidos. Nesse projeto, "The BCI Leaders Camp", os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental à 2ª série do Ensino Médio têm a oportunidade de realizar aulas, atividades acadêmicas e culturais em universidades como Bentley University, Harvard e Massachusetts Institute of Technology (MIT), durante as férias.

 Foto: Estadão

O Colégio Rio Branco também  participa  anualmente do Operation Wallacea, um projeto de investigação científica realizado por uma rede de acadêmicos de universidades europeias e norte-americanas, que projeta e aplica programas de pesquisa da biodiversidade e gestão de conservação. As expedições têm inúmeros benefícios acadêmicos que podem, inclusive, ajudar os alunos no acesso às universidades do exterior. Os alunos já estiveram em Honduras e duas vezes na África do Sul, durante as férias de julho.

Inspiração  nas melhores práticas  e valorização do InglêsEm todas as etapas da Educação Infantil, a instituição utiliza abordagens pedagógicas internacionais, entre elas, as práticas diferenciadas das escolas de Reggio Emilia, na Itália - considerada a melhor do mundo. O Rio Branco também proporciona a imersão parcial na Língua Inglesa, com a vivência do idioma nas atividades cotidianas.

Publicidade

 Foto: Estadão

Para ampliar a oportunidade de exposição das crianças à língua, o Período Integral Modular Bilíngue, do Infantil 2 ao 2º ano do Ensino Fundamental, oferece comunicação em inglês com oficinas temáticas, que podem envolver culinária, leitura, contação e dramatização de histórias, jardinagem, modelagem, construção de objetos, dobraduras, incluindo o snack time - a hora do lanche.

Além do Inglês nas aulas regulares, em uma parceria com o Cel.Lep, o Colégio Rio Branco também oferece  o programa Cel.Lep In School que prepara os alunos para realizar exames internacionais, vestibulares, viagens de intercâmbio e até mesmo para o mercado de trabalho.

Os cursos são voltados para crianças a partir dos três anos e todos foram desenvolvidos especialmente para cada faixa etária.

Módulos Universitários: um passo para o exteriorO Colégio Rio Branco também oferece aos estudantes do Ensino Médio, como atividade opcional, os Módulos Universitários, que permitem aos alunos uma projeção mais ampla de seu futuro e uma pré-experiência com o ambiente acadêmico do ensino superior.

A partir dessa vivência diferenciada, os jovens têm a oportunidade de aprofundar conhecimentos acadêmicos, que os apoiarão na escolha de uma carreira, seja em universidades brasileiras ou do exterior.

Publicidade

Com metodologia dinâmica e conteúdos globais, os Módulos Universitários são cursos certificados e de curta duração que acontecem no período da tarde, ministrados por professores de universidades e profissionais de destaque, abordando temas que contemplam áreas como a Economia, o Direito, as Relações Internacionais, Marketing e Comunicação e outros que envolvem tecnologia, empreendedorismo, iniciação científica e responsabilidade socioambiental. Todos com embasamento teórico e simulações práticas.

 

Opinião por Colégio Rio Branco
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.