PUBLICIDADE

Brasileira presa por perseguir Harry Styles enviou 8 mil cartas ao cantor; entenda

Myra Carvalho enviou correspondências à residência do cantor, na Inglaterra, e será levada ao tribunal por acusação de ‘assédio’

Foto do author Redação
Por Redação

A brasileira Myra Carvalho, 35 anos, está sendo acusada de perseguição pelo tribunal da Coroa de Harrow, localizado no norte de Londres, na Inglaterra, e se encontra detida pela polícia britânica desde o fim de janeiro na prisão feminina de Bronzefield, Surrey. Ela enviou, pelos correios ou pessoalmente, cerca de 8 mil cartas para Harry Styles dentro de um mês, expressando desejos sexuais e pedindo o cantor em casamento.

Myra estava hospedada em um albergue em Earl’s Court, oeste de Londres, desde dezembro, sem o conhecimento dos pais. Ela foi acusada de assédio “equivalente à perseguição”, tendo causado “alarme e estresse”, e reportou ao tribunal, segundo o Daily Mail, que sabia estar “causando danos substanciais no cotidiano de Harry”.

Harry Styles sofre com perseguições de fãs. Desta vez, uma brasileira foi presa na Inglaterra por perseguição após enviar 8 mil cartas à casa do cantor. Foto: Hannah Mckay / Reuters

A acusação da brasileira foi processada em 23 de janeiro, quando ela se apresentou ao tribunal do magistrado de Highbury Corner. Os pais de Myra estavam presentes na apresentação e contestação do julgamento da filha, em Londres, e se emocionaram ao vê-la por meio de vídeo chamada.

PUBLICIDADE

Uma fonte ligada ao Daily Mail afirmou que o cantor ficou “realmente abalado”, e que Harry deseja apenas continuar com sua rotina, mas que a situação é “preocupante”. A juíza responsável pelo caso, Karim Ezzat, declarou que Myra deverá se apresentar ao fórum no dia 19 de abril. Já a advogada da acusada, Clementine Simon, alegou na corte que a brasileira estava sofrendo de “episódio maníaco” e questionou se Myra realmente estava apta para responder à ação judicial.

Não é a primeira vez que Harry sofre com perseguições: o cantor foi alvo de Diana Tarazaga em 2022, que entrou em sua residência à força e foi condenada a três anos de prisão por perseguição. O caso fez com que Harry aumentasse sua segurança, afirma o Daily Mail.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.