Justiça limita herança a filhos de Tom Veiga três anos após morte, diz ex-mulher

Intérprete do Louro José morreu em novembro de 2020 em decorrência de um AVC; Alessandra Veiga, que disse que planejava reatar casamento com o ator, comemorou a decisão

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

A Justiça decidiu que a herança deixada por Tom Veiga, o intérprete do Louro José no Mais Você, será limitada aos filhos do artista. A decisão foi confirmada e comemorada por Alessandra Veiga, ex-mulher que disse que planejava reatar o casamento com o ator, e Adrian Veiga, um dos filhos.

Alessandra parabenizou Adrian e os outros três filhos de Tom, Amanda, Diego e Alissa, pelo que chamou de “grande vitória”. “A Justiça brasileira fazendo, literalmente, justiça”, comentou durante o WePodcast, apresentado por ela e pelo filho.

Justiça decidiu que herança de Tom Veiga será deixada apenas aos filhos, segundo ex-mulher. Foto: Instagram/@anamariabragaoficial/Reprodução

PUBLICIDADE

A notícia vem quase três anos após a morte do artista. Ele morreu aos 47 anos em novembro de 2020 em decorrência de acidente vascular cerebral (AVC) por conta de um aneurisma.

Segundo Alessandra, ela e Tom planejavam se casar novamente após uma reaproximação. Depois da morte do ator, a ex-mulher fundou a página Tom Veiga Memory, em que publica lembranças do ator. Os dois foram casados por 14 anos e haviam se separado em 2014.

À época da morte, porém, Tom ainda era casado com Cybelle Hermínio Costa. O ex-casal havia anunciado a separação em setembro de 2020, mas o divórcio só seria homologado em novembro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.