Mariana Rios anuncia mudança após ter casa invadida em São Paulo: ‘Fechar um ciclo’

Criminosos roubaram itens de luxo da artista, incluindo bolsas, joias e dinheiro, no final do mês passado; segundo a própria apresentadora, casa estava vazia no momento do crime

PUBLICIDADE

Foto do author Sabrina Legramandi
Por Sabrina Legramandi

A atriz Mariana Rios anunciou que pretende se mudar de residência após ter a casa invadida em São Paulo. No final do mês passado, a artista descreveu que criminosos haviam roubado itens de luxo, incluindo bolsas, joias e dinheiro, do local. Segundo a própria apresentadora, a casa estava vazia no momento do crime.

“Ao fechar um ciclo, imediatamente começamos um outro”, escreveu em uma postagem feita no Instagram neste domingo, 12, em que apareceu com caixas. Na sequência, ela refletiu sobre apego e mudanças.

Mariana Rios anuncia mudança após ter casa invadida em São Paulo. Foto: @marianarios via Instagram

PUBLICIDADE

“Às vezes ficamos tão apegados às nuvens que se formam no céu que esquecemos de abrir a janela do avião depois da decolagem”, disse. “Lá no alto é que observamos o lindo tapete de algodão visto de cima, o céu mais azul do que nunca, o sol irradiando sua beleza. Assim também é a vida.”

A atriz também comentou sobre “transformar um problema em um céu cheio de nuvens, não enxergando o que está por vir”. “Melhor do que ter medo, é confiar na beleza do desconhecido”, finalizou.

Entenda o caso

Mariana contou que teve a casa invadida e pertences roubados no final do mês passado. Em publicações feitas nos stories do Instagram, a artista compartilhou imagens de itens que teriam sido levados no furto. Ela fez um apelo para que pessoas que trabalham em sites que vendam artigos de luxo ajudem com informações caso tenham acesso às peças.

Mariana comentou que teve pertences “específicos e exclusivos” roubados de grifes como ChanelLouis VuittonFendi e Prada. Uma das bolsas mais caras publicadas pela artista faz parte de uma linha clássica da Chanel e pode valer R$ 40 mil.

“Muito ruim ver imagens de pessoas invadindo sua casa, roubando o que você comprou e conquistou com seu trabalho, mas agradeço a Deus por não estar lá e ter sido poupada de um trauma maior”, escreveu ela à época em que contou sobre o ocorrido.

Publicidade

*Estagiária sob supervisão de Charlise de Morais

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.