PUBLICIDADE

Kurt Cobain: uma das poucas guitarras não destruídas pelo músico é vendida por quase R$ 8 milhões

Usada no último show do Nirvana, guitarra tem desgastes e pequenos danos, mas conserva as mesmas cordas tocadas por Kurt

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A guitarra usada pelo líder e vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, na última turnê do grupo foi vendida por US$ 1,587 milhão (R$ 7,7 milhões de reais), anunciou a casa de leilões Julien Auction’s. Ela foi uma das poucas que o músico não destruir no decorrer da carreira.

PUBLICIDADE

Mesmo assim, a guitarra não está intacta. Há desgastes e pequenos danos por todo o instrumento, que resiste e mantém boa integridade até hoje.

No anúncio do leilão, a casa responsável pela venda listou uma série de avarias, mas a maioria é superficial. Várias das características originais estão mantidas, como as cordas: são as mesmas usadas por Cobain na última apresentação e nunca foram trocadas. A venda foi feita na última sexta-feira, 17.

Guitarra de Kurt Cobain está inteira, mas tem série de pequenos dados e rachaduras Foto: Julien's Auctions/Divulgação

O cantor e compositor americano tocou a guitarra Fender Mustang azul-celeste e vermelha durante a turnê do álbum In Utero.

“O Nirvana fez o último show em 1º de março de 1994 em Munique, Alemanha, e todas as imagens disponíveis do show confirmam que Cobain tocou com esta guitarra naquela noite”, afirmou a Julien Auction’s.

Veja imagens do último show do Nirvana, em que Kurt toca a guitarra leiloada

‘Rachaduras estáveis’

O acabamento, embora tenha desgastes de uso, nunca foi alterado. Na parte de trás, a guitarra tem duas rachaduras grandes, uma de cerca de 18 centímetros e outra de 7 centímetros. Segundo a casa de leilões, ambas parecem estáveis.

Publicidade

Kurt Cobain se suicidou em abril de 1994, aos 27 anos, no auge da fama.

Parte de trás da guitarra de Kurt tem duas rachaduras de cerca de 18 e 7 centímetros Foto: Julien's Auctions/Divulgação

Com informações da AFP.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.