PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Dicas de decoração para deixar sua primeira morada mais bonita e aconchegante

Opinião|Quem vai sobreviver à decoração da casa do BBB22?

Foto do author Anelisa Lopes
Atualização:

Confesso que não sou fã de reality show. Devo ter assistido um ou dois episódios nestes anos todos em que os programas têm sido veiculados. Mas não consegui ficar "imune" quando vi as imagens da decoração da casa desta temporada do BBB.

(ANELISA LOPES ESCREVE ÀS TERÇAS. PERFIL NO INSTAGRAM: @anelisalopes)

Explosão de cores e estilos na casa (foto: Globo/ Sergio Zalis) Foto: Estadão

Segundo a produção do programa, a inspiração veio dos anos 1970, 1980 e 1990 para que os ambientes trouxessem a atmosfera das décadas anteriores à veiculação do programa. Apesar de alguns elementos realmente trazerem essa memória, como o quarto grunge, o banheiro repleto de pastilhas e tijolos de vidro, está clara a mensagem que esta mistura de estilos e cores deseja provocar.

Elementos evocam décadas de 70, 80 e 90, como a pastilha e tijolos de vidro (foto: Globo/ Sergio Zalis) Foto: Estadão

Vale lembrar que a casa do BBB é um grande cenário, com elementos enormes para que a atenção do público não seja desviada e para que ele sinta parte integrante da rotina que se passa lá dentro. Enquanto alguns ambientes intensificam os tons escuros nas paredes e revestimentos, outros exageram na luminosidade das cores.

Cozinha amarela com luz fria deve intensificar discussões na hora das refeições (foto: Globo/ Sergio Zalis) Foto: Estadão

Não só as cores saltam aos olhos, mas a iluminação intensa também será um importante gerador de ansiedade nos participantes, assim como os espelhos no lugar de janelas. Some 20 personalidades diferentes a esta profusão de referências e foi dada a largada para uma explosão diária de sentimentos. Será que o público também vai sobreviver?

Publicidade

Contraste de estampas e texturas para causar na hora do sono (Globo/ Sergio Zalis) Foto: Estadão
Opinião por Anelisa Lopes

Anelisa Lopes (@anelisalopes) é mãe, designer e jornalista. Após atuar por quase duas décadas como jornalista no segmento automotivo, decidiu estudar design de interiores para converter sua paixão por decoração em uma nova carreira. Hoje, faz consultorias e projetos para transformar espaços e vidas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.