PUBLICIDADE

Super Bowl: Além de Rihanna, lembre 10 momentos e shows que marcaram o evento

Final do campeonato da NFL ocorreu neste domingo, 12, e teve apresentação de Rihanna no intervalo

Foto do author Julia Queiroz
Por Julia Queiroz
Atualização:

Neste domingo, 12, ocorreu o Super Bowl, a grande final do campeonato da NFL, liga de futebol americano dos Estados Unidos. O evento, no entanto, é muito conhecido também por conta do tradicional show do intervalo.

Todo ano, grandes artistas fazem um espetáculo musical de cerca de 15 minutos. Neste ano, a apresentação ficou por conta de Rihanna, que fez seu tão esperado retorno à música e ainda confirmou uma segunda gravidez.

Separamos dez momentos do show do intervalo que marcaram o evento e entraram para a história da música.


1993 - O silêncio de Michael Jackson

Em 1993, Michael Jackson fez uma apresentação no intervalo do Super Bowl que muitos consideram ter sido a melhor de todos os tempos. Antes de performar hits como Billy Jean e Black And White, ele permaneceu dois minutos inteiros em silêncio, de óculos escuros, e sendo ovacionado pela plateia. Veja aqui.

Michael Jackson durante sua apresentação no intervalo do Super Bowl de 1993. Foto: REUTERS/Gary Hershorn


2002: O tributo do U2

O show de 2022 ficou a cargo da banda irlandesa U2, comandada por Bono. A apresentação foi uma das mais emocionantes da história, já que aconteceu meses após os ataques terroristas do 11 de setembro e fez um tributo às vítimas. Veja aqui.

Bono, vocalista do U2, mostrando a bandeira dos Estados Unidos dentro de sua jaqueta durante o show do intervalo do Super Bowl de 2002. Foto: REUTERS/Win Mcnamee


2004 - O acidente com Janet Jackson

O show do Super Bowl de 2004 teve performances de diversos artistas, como Jessica Simpson, P. Diddy, Nelly e Kid Rock. Porém, o que marcou o evento foi o encerramento da apresentação, quando Janet Jackson e Justin Timberlake cantaram Rock Your Body.

O cantor deveria tirar uma peça de roupa da artista ao final da música, para que ela ficasse de lingerie. Contudo, um problema técnico fez com que Timberlake mostrasse o seio de Janet por rápidos cinco segundos. O momento criou uma crise midiática e se tornou um dos mais controversos da história do evento. Veja aqui.

Publicidade

Reação de Janet Jackson ao ter o seio exposto por Justin Timberlake no show do intervalo do Super Bowl de 2004. Foto: REUTERS/Win McNamee



2007 - Prince na chuva

Em 2007, o show do intervalo foi comandado por Prince. Além da apresentações de músicas icônicas, como We Will Rock You, Let’s Go Crazy e Baby I’m a Star, o momento foi marcado pela performance de Purple Rain, que significa “chuva roxa”, literalmente debaixo de chuva e iluminada por luzes azuis e lilases.


2012: O espetáculo de Madonna

Madonna liderou o show do intervalo do Super Bowl 2012 e apresentou seus grandes hits, como Vogue e Like a Prayer.

A performance foi marcada pela participação de acrobatas do Cirque du Soleil e participação de outros grandes nomes da música: Nicki Minaj, LMFAO, M.I.A. e CeeLo Green.


2013 - Beyoncé e o reencontro do Destiny’s Child

Beyoncé foi a atração do show do intervalo do Super Bowl em 2013. Apesar dos 13 minutos de espetáculos terem sido elogiados, um momento marcou o evento: o reencontro do Destiny’s Child.

Kelly Rowland e Michelle Williams fizeram uma aparição supresa no palco e cantaram a faixa Independent Women, além de Single Ladies, sucesso de Beyoncé, ao lado da cantora.


2015 - Katy Perry e o meme do tubarão dançarino

Em 2015, Katy Perry foi a artista escolhida para comandar o show do intervalo. A cantora contou com a participação de Lenny Kravitz e Missy Elliott.

Ela foi responsável por criar um dos maiores memes daquele ano: um dos seus dançarinos, fantasiado de tubarão para a performance da canção Teenage Dream, viralizou nas redes sociais com seus passos de dança. Veja aqui.

Publicidade

Katy Perry e seus tubarões dançarinos no Super Bowl de 2015. Um deles virou meme nas redes sociais. Foto: REUTERS/Brian Snyder


2016: Coldplay, Beyoncé e Bruno Mars

A atração principal do show do intervalo foi dividida em 2016: Coldplay, Beyoncé e Bruno Mars se apresentaram no evento e cantaram seus maiores hits.

A cantora, como de costume, ganhou atenção com sua performance da música Formation. Ao final, os três se uniram para relembrar outros grandes shows da história do Super Bowl. Veja aqui.

Beyoncé, Chris Martin (vocalista do Coldplay) e Bruno Mars cantando juntos no encerramento do show do intervalo do Super Bowl em 2016. Foto: Robert Deutsch / USA Today Sports


2017 - Lady Gaga descendo do teto

Lady Gaga se apresentou no show do intervalo do Super Bowl de 2017 e fez uma apresentação histórica. A cantora começou a performance, literalmente, no teto do estádio NRG, na cidade de Houston, e desceu ao palco presa por fios.

A artista revisitou toda a sua carreira na performance, com seus primeiros hits, Bad Romance e Poker Face, a até os mais recentes naquele período, como Million Reasons.


2020 - Shakira e Jennifer Lopez dão show

Shakira e Jennifer Lopez dividiram o palco do Super Bowl em 2020 e levaram suas raízes latinas ao evento, com faixas como Waka Waka e On the Floor.

Em um dos momentos emocionantes da apresentação, J. Lo colocou sua filha, Emme Muñiz, para cantar com ela, enquanto vestia um casaco com a bandeira de Porto Rico.


*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.