PUBLICIDADE

Publicidade

Anel de 1º título de Kobe Bryant na NBA é leiloado; veja valor

Foram necessários 43 lances até a consolidação da venda da joia conquistada pelo astro em 2000; é a segunda vez que a joia vai a leilão

Foto do author Leonardo Catto
Por Leonardo Catto
Atualização:

O anel que Kobe Bryant ganhou após vencer o título da NBA em 2000, o primeiro de sua carreira, foi leiloado no último fim de semana. A joia teve o valor recorde entre os anéis dados a um campeão da principal liga de basquete do mundo. O anel havia sido um presente de Kobe ao pai, Joe “Jellybean” Bryant, que também atuou no basquete norte-americano.

PUBLICIDADE

O comprador pagou US$ 927 mil (R$ 4,6 milhões) no que foi o segundo leilão da peça. A joia havia sido vendida pelo pai de Kobe em 2013 para a Goldin, líder no mercado de colecionáveis e itens esportivos nos Estados Unidos, por US$ 173 mil, em 2013. Agora, o leilão recorde precisou de 43 lances até a venda ser concluída.

Segundo a Goldin, o anel leiloado corresponde ao dado a Kobe em 2000. Há o nome “Bryant” gravado em um lado, junto do recorde da temporada regular do Lakers, de 67 vitórias e somente 15 derrotas. Na parte inferior, há o número 8, utilizado na camisa de Kobe na primeira metade da carreira, antes de ele adotar a camisa 24. São 40 diamantes no total e uma composição de ouro de 14 quilates.

Esse foi o valor mais caro pago a um anel de campeão da NBA até então. Entretanto, não é o recorde geral pago por um anel de campeonato esportivo. Isso porque, em 2017, o ator Charlie Sheen desembolsou US$ 2,09 milhões pelo anel que o astro do beisebol Babe Ruth ganhou com o título do New York Yankees na World Series de 1927. O campeonato é um torneio que reúne as melhores equipes do esporte dos Estados Unidos e do Canadá.

Kobe Bryant defendeu o Los Angeles Lakers por toda a carreira, de 1996 a 2016. O atleta, que fez uma dupla histórica com o pivô Shaquille O’Neal no título de 2000, tam´bem conquistou a NBA outras quatro vezes, em 2001, 2002, 2009 e 2010. Ele foi eleito o melhor jogador da temporada em 2008 e o melhor atleta das finais de 2009 e 2010. Aos 41 anos, o astro do basquete morreu em janeiro de 2020 em um acidente de helicóptero na Califórnia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.