Publicidade

LeBron despista sobre futuro no Lakers, mas pode receber R$ 848,5 milhões por renovação

Astro de 39 anos não conseguiu evitar eliminação nos playoffs

PUBLICIDADE

Foto do author Leonardo Catto
Por Leonardo Catto
Atualização:

LeBron James não tem o retorno ao Los Angeles Lakers como certo para a próxima temporada. A equipe foi eliminada pelo Denver Nuggets na madrugada desta terça-feira, dia 30, com a derrota por 108 a 106 no Jogo 5 da série da primeira rodada dos playoffs da NBA. Aos 39 anos, o astro do basquete norte-americano não quis detalhar sobre o futuro. Esta foi a 21ª temporada de LeBron na NBA.

“Não tenho uma resposta, para ser honesto. Não pensei muito nisso. Vamos analisar isso quando precisarmos”, disse LeBron sobre a decisão de continuar para o 22º ano na NBA. Ele tem até 29 de junho para se vai para o último ano de contrato com os Lakers. Caso o astro do basquete escolha jogar, ele receberia US$ 51,4 milhões (R$ 266 milhões). O valor não será pago se ele optar por se tornar um agente livre. Segundo o The Athletic, departamento de esportes do The New York Times, a franquia quer oferecer ao ala uma renovação por mais três anos por US$ 164 milhões (R$ 848,5 milhões).

LeBron foi parado pelo Denver Nuggets, que eliminou o Lakers na primeira rodada dos playoffs da NBA. Foto: Ashley Landis/AP

PUBLICIDADE

Além de manter LeBron, o Lakers espera draftar Bronny, filho de 19 anos do astro. O jovem não teve destaque na primeira temporada no basquete universitário, mas está inscrito no draft. Para o pai, porém, a prioridade agora é passar um tempo com a família fora da quadra. Em julho, ele integra a seleção dos Estados Unidos para os Jogos Olímpicos de Paris. O ala já conquistou o ouro em Pequim-2008 e Londres-2012.

LeBron está no Lakers desde 2018, quando deixou o Cleveland Cavaliers após a segunda passagem pela equipe. Ele estreou na NBA em 2003, pelo time de Ohio. Em 2010, seguiu para o Miami Heat, até voltar para a primeira equipe. O atleta foi campeão quatro vezes (2012, 2013, 2016 e 2020). Ele também foi quatro vezes o melhor jogador da liga (2009, 2010, 2012 e 2013) e outras quatro o melhor jogador das finais (2012, 2013, 2016 e 2020).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.