Publicidade

Sabrina Ionescu x Stephen Curry: NBA inova com duelo histórico no All-Star Game; entenda disputa

Recordista do torneio de três pontos da WNBA enfrenta um dos melhores arremessadores de todos os tempos do basquete

PUBLICIDADE

Foto do author Marcius Azevedo
Por Marcius Azevedo

O All-Star Weekend, final de semana que celebra os melhores na temporada da NBA, conta este ano com um crossover inédito, prometendo instigar a curiosidade dos fãs. Stephen Curry, considerado pelos especialistas e também pelas lendas do basquete como o melhor arremessador da linha dos três na história, aceitou o desafio de Sabrina Ionescu, atual campeã dos tiros de longe na WNBA.

PUBLICIDADE

O confronto vai acontecer neste sábado, a partir das 22h (de Brasília), em Indianápolis, durante o All-Star Saturday Night, noite de eventos que reúne competições de habilidades, enterradas e três pontos. A transmissão será pela ESPN 2 e Star+.

“O nível da WNBA vem crescendo a cada ano, a liga vem ganhando mais e mais atenção, e você poder coroar isso com o All-Star Weekend é entrar em um território inexplorado. Será uma competição genuína, que nós dois estamos honrados em participar”, afirmou Curry, revelando que sua filha, Riley, é fã da jogadora do New York Liberty.

Sabrina Ionescu, do New York Liberty, é recordista do torneio de 3 pontos da WNBA Foto: Jessica Hill / AP

Sabrina, de 26 anos, não só abraçou o lado competitivo, como já adiantou que vai realizar a disputa da linha da NBA. Enquanto as mulheres arremessam da distância de 6,75 metros, os homens jogam com 7,24 metros. Sem problemas para ela.

“Eu vou arremessar dessa distância (NBA). Eu já treino nessa distância para me tornar uma melhor chutadora e jogadora como um todo. Vou continuar provando que nós (mulheres) somos capazes. Estou muito feliz com a oportunidade”, destacou Ionescu, eleita duas vezes para o All-Star da WNBA e campeã do mundo com a seleção norte-americana em 2022.

Tudo começou com uma provocação por meio da rede social no ano passado. Após vencer o campeonato de três na WNBA com 37 pontos e, de quebra, pulverizar o recorde das duas ligas, que pertencia ao próprio Curry (31), Sabrina foi ao Twitter chamar o ídolo dos Warriors para um duelo.

Dois dias depois, durante uma entrevista, Curry foi perguntado se preferia vencer um torneio de golfe, esporte que pratica nas férias, ou uma competição dos três. A resposta foi direta: “eu preciso ir atrás do recorde da Sabrina.”

Publicidade

O desejo dos dois agora se torna realidade e o crossover deve se transformar em uma tendência daqui para frente. Após abrir suas competições do Final de Semana das Estrelas para a G-League, sua liga de desenvolvimento, a NBA deve ceder cada vez mais espaço para as mulheres.

“É um holofote que terá impacto também no esporte feminino. Muitos dos fãs do Curry jamais viram uma partida da Sabrina e podem passar a acompanhar todo o seu talento a partir de agora, nem que seja pelas redes sociais. Se ela conseguir batê-lo, então, a repercussão será mundial e acredito que outras feras da NBA aceitarão o desfio. Será ótimo para o esporte”, afirmou o especialista de marketing Fábio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports.

“A NBA está sempre se renovando e buscando novos formatos para manter o interesse de seus fãs, que podem ser divididos em diversos níveis, desde aquele mais assíduo ao casual. O evento desperta o interesse de todos, pois nenhuma organização no planeta promove competições entre homens e mulheres. Será um evento que repercutirá em todos os cantos, provavelmente até mais que o prato principal, o Jogo das Estrelas no domingo”, completou Renê Salviano, também especialista em marketing esportivo e CEO da Heatmap.

Sabrina cresceu na chamada Bay Area, próximo de São Francisco, e sempre acompanhou os Warriors e o sucesso de Curry. Quando ela começou a atuar na faculdade, o astro da franquia chegou a levar suas duas filhas, Ryan e Riley, para assistir a um de seus jogos, pela Oregon.

Stephen Curry, do Golden State Warriors, é um dos maiores arremessados da história do basquete Foto: Jeff Chiu / AP

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

Os dois protagonistas do duelo deste sábado já se encontraram antes e até disputaram uma partida de “HORSE”, jogo comum nos EUA, no qual um jogador que não for capaz de completar um desafio de basquete estipulado pelo outro ganha uma letra. Quem completa a palavra “HORSE” (cavalo), perde. Segundo Curry, Sabrina venceu. “Por isso eu sempre a chamo de campeã.”

No entanto, para a disputa deste sábado, o favoritismo do armador quatro vezes campeão da NBA e recordista de cestas de três é gigantesco. De acordo com algumas das principais plataformas de apostas esportivas consultadas, como Reals, Esportes da Sorte, Onabet, Bet7k, Galera.bet, Odds&Scouts e Casa de Apostas, um palpite vencedor em Ionescu fatura três vezes mais do que um em Curry.

“As apostas para o All-Star Weekend não costumam ser tão agitadas, pois trata-se de um evento com o caráter mais festivo do que competitivo. Mas esse desafio inédito deve atrair a atenção de muitos apostadores. A vitória da Sabrina está pagando três vezes o valor do investimento e pode gerar uma ótima recompensa”, afirmou Darwin Henrique da Silva Filho, CEO do Esportes da Sorte.

Publicidade

A DISPUTA

As regras para o embate serão semelhantes a do campeonato de três regular. Stephen Curry e Sabrina Ionescu terão 70 segundos cada para completar os cinco carrinhos com as bolas, sendo um deles com as coloridas, valendo dois pontos cada, posicionados à escolha deles. Duas bolas de longa distância, próximas do logo do meio da quadra, valerão três pontos cada.

Além das atrações deste sábado, a NBA promoveu o Jogo das Celebridades e dos Novatos na sexta-feira. O evento vai culminar com o All-Star Game no domingo, a partir das 22h, reunindo os jogadores mais votados pelos fãs, jornalistas e os próprios atletas. Os treinadores escolheram quem completa os bancos dos times do Leste e Oeste. Curry também vai estar presente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.