PUBLICIDADE

Foto do(a) blog

Provas de rua de A a Z

Kelvin Kiptum, recordista mundial da maratona, morre no Quênia

O atleta foi vítima de um acidente de trânsito

Foto do author Silvia Herrera
Por Silvia Herrera
Atualização:

O atletismo mundial está de luto. Neste domingo, 11 de fevereiro, o recordista mundial da maratona Kelvin Kiptum, 24 anos, morreu em um acidente de carro no Quênia. Ele estava dirigindo o veículo na estrada entre as cidades Eldoret e Kaptagat. No acidente também morreu o treinador dele, o ruandês Garvais Hakizimana, 36 anos.

 Foto: Chicago Marathon

PUBLICIDADE

De acordo com informações da polícia, dadas ao jornal queniano The Star, o acidente ocorreu às 23h, horário local. O Kiptum perdeu o controle do Toyota Premio, que capotou, bateu em uma árvore e parou numa vala. Ele e o treinador morreram na hora. Uma mulher, Sharon Kosgei, também estava no carro e foi levada ao Racecourse Hospital, em Eldoret, onde está internada.

Kiptum estreou nas maratonas em 2022, em Valência (Espanha) e um ano depois quebrou o recorde mundial da modalidade em Chicago, com a marca de 2:00:35. No ano passado, ele venceu também a Maratona de Londres. Ele era um dos fortes candidatos à medalha de Ouro Olímpica em Paris. Em dezembro, foi eleito o atleta do ano pela World Atlhetics, e em abril seria presença confirmada na Maratona de Roterdã, a meta era quebrar a barreira das 2 horas. O atleta era patrocinado pela Nike e morava no Quênia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.