PUBLICIDADE

Ancelotti e Real marcam data para debater renovação e podem frustrar planos da CBF ainda em janeiro

Segundo jornal espanhol ‘As’, treinador está perto de estender vínculo com o time espanhol apesar de confiança da entidade em tê-lo a partir de junho

Por Daniel Brito
Atualização:

A chegada de Carlo Ancelotti para comandar a seleção brasileira a partir de junho de 2024 pode estar mais distante de acontecer. De acordo com o jornal espanhol AS, o técnico do Real Madrid e a diretoria do clube merengue têm uma reunião marcada para o dia 15 de janeiro, um dia após a final da Supercopa da Espanha. O encontro pode selar a renovação do treinador com a equipe espanhola até 2025 e frustrar de vez os planos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

PUBLICIDADE

Segundo a publicação, o acordo do treinador com o presidente Ednaldo Rodrigues, atualmente afastado do cargo, “não existe”, e o técnico tem sido claro com a CBF a respeito da situação. “O Real Madrid é a minha prioridade e, se o clube me oferecer uma renovação, continuarei aqui na próxima temporada”, teria dito Ancelotti. Na ocasião, o técnico deverá comunicar aos espanhóis se irá ou não ativar a cláusula de renovação do seu vínculo por mais um ano.

O jornal diz ainda que os fatores que pesam para que Ancelotti continue na Espanha não são financeiros. O apoio dado a ele por Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, e por José Ángel Sánchez, CEO do clube, tem sido determinante na tendência de renovação.

Carlo Ancelotti está inclinado a permanecer no Real Madrid, segundo jornal espanhol Foto: Markus Schreiber/ AP

Ancelotti também se sente abraçado pela torcida após as últimas vitórias do Real sob seu comando e com a briga rodada a rodada com o Girona a liderança do Campeonato Espanhol (La Liga). O técnico também teria conversado com sua esposa e filhos e deixado claro que segue feliz na Espanha.

Após uma passagem anterior entre 2013 e 2005, Ancelotti comanda o Real Madrid desde 2021. Desde então, o italiano comandou os merengues em 260 jogos e venceu 188 deles. Ele ainda acumula 34 empates e 38 derrotas. Nesse período, conquistou Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões, Supercopa da UEFA, Copa do Rei e Mundial de Clubes.

Depois de uma temporada sem grandes conquistas, o Real Madrid volta a dar alegrias para a sua torcida com Ancelotti à beira do gramado. Além da briga pelo título espanhol, o time se classificou sem sustos para as oitavas de final da Liga dos Campeões. O Real estreia na Supercopa da Espanha em 10 de janeiro no clássico madrilenho contra o Atlético. A edição deste ano será especialmente realizada na Arábia Saudita.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.