PUBLICIDADE

Publicidade

Bahia e América-MG empatam e ampliam série negativa no Campeonato Brasileiro

Único jogo do dia pela competição nacional termina sem nenhum gol em Salvador

PUBLICIDADE

Por AE
Atualização:

SALVADOR - O cargo de René Simões está cada vez mais a prêmio no Bahia. Nesta quinta-feira, a equipe tricolor não saiu de um empate sem gols com o lanterna América-MG, em pleno Pituaçu, e aumentou a pressão sobre o treinador. Já são cinco rodadas sem uma vitória do time baiano no Campeonato Brasileiro. A equipe foi a 21 pontos e segue em 17.º, logo à frente da zona de rebaixamento.A última vitória do Bahia foi no dia 7 de julho, sobre o Atlético-GO, em Pituaçu. O América também não vence desde esta data, quando bateu o Fluminense em casa. A pressão sobre os mineiros também é grande. O time é lanterna com apenas 14 pontos conquistados em 20 partidas. O jogo desta quinta-feira, que mereceu o menor público do Bahia em casa no Brasileirão, não agradou a torcida. As chances de gol foram poucas e o América-MG foi quem mais chegou perto de abrir o placar, principalmente nos minutos finais. O time baiano acabou justamente vaiado por seus torcedores.No primeiro tempo o Bahia até foi melhor. Criou as duas boas chances da etapa, ambas com Maranhão, substituto de Ávine na lateral-esquerda. Dos dois chutes cruzados dele, só em um Neneca teve que intervir e fazer bela defesa.Depois do intervalo o jogo melhorou. O América-MG assustou o Bahia numa cobrança de falta de Amaral, em que Tiago só olhou a bola bater na rede, pelo lado de cima. O time da casa descontou também na bola parada. Maranhão levantou na área e Paulo Miranda cabeceou com perigo, para fora.As duas melhores chances, porém, foram do América. Aos 37 minutos, Amaral bateu escanteio fechado e acertou o poste direito. Um pouco antes, Kempes recebeu falta na meia-lua, levantou com a bola e saiu na cara de Tiago. O árbitro ignorou a vantagem e paralizou o lance, causando a revolta dos mineiros. FICHA TÉCNICABAHIA 0 X 0 AMÉRICA-MGBahia - Tiago; Marcos, Paulo Miranda, Danny Morais e Maranhão; Fahel, Marcone, Ricardinho e Carlos Alberto (Lulinha); Souza (Rafael) e Jones (Nikão). Técnico - René SimõesAmérica-MG - Neneca; Micão, Willian Rocha e Otávio; Marcos Rocha, Amaral, Ulisses (Rodriguinho), Dudu e Gilson; Kempes (Fábio Júnior) e André Dias. Técnico - Givanildo OliveiraÁrbitro - Fabrício Neves Correa (RS)Cartões amarelos - Maranhão, Marcone, Ulisses e KempeSLocal - Estádio do Pituaçu, em Salvador

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.