Publicidade

Botafogo x Palmeiras: clubes já disputaram final do Brasileirão? Relembre

Líder e vice-líder do torneio nacional medem forças nesta quarta em confronto que pode ser crucial e que rememora momentos épicos do esquadrão botafoguense e da academia palmeirense

PUBLICIDADE

Foto do author Marcos Antomil
Por Marcos Antomil

Botafogo e Palmeiras entram em campo nesta quarta-feira em um jogo que pode definir os rumos do Campeonato Brasileiro. Haverá luta pelo troféu até o fim ou o líder se recupera e volta a abrir vantagem? As respostas serão dadas a partir das 21h30, no Estádio Olímpico Nilton Santos. Se nos últimos anos a rivalidade entre as duas equipes foi inexistente, nas décadas de 1960 e 70 os clubes tinham esquadrões e academias que decidiam títulos entre si.

Botafogo 3 x 1 Palmeiras - Taça Rio-São Paulo de 1962

PUBLICIDADE

O primeiro jogo decisivo entre os dois clubes aconteceu em 1962. Na final da Taça Rio-São Paulo daquele ano, o Botafogo levou a melhor sobre o Palmeiras. O jogo do título aconteceu no dia 17 de março, no Maracanã, com um público superior a 40 mil pessoas. Quarentinha abriu o marcador para a equipe alvinegra logo no primeiro minuto jogado, mas o Palmeiras buscou a igualdade aos 5, com Zequinha. Na etapa complementar, Valdemar Carabina (contra), aos 6, e Amarildo, aos 19, decretaram o título do Botafogo.

Os campeões entraram em campo com um time estrelado: Manga; Joel e Zé Maria; Airton, Nilton Santos e Rildo; Garrincha, Didi, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Em quesito escalação, o Palmeiras também não ficava muito para trás: Valdir Joaquim de Morais; Djalma Santos e Valdemar Carabina; Zequinha, Ademar e Jorge; Gildo, Américo, Vavá, Chinesinho e Geraldo II.

Botafogo campeão da Taça Rio-São Paulo sobre o Palmeiras, em 1962. Foto: Acervo/ Estadão

Destaca-se que no dia seguinte à decisão, o Palmeiras retornou a São Paulo para um amistoso com o Santos de Pelé, a pedido do príncipe britânico Phillip de Edimburgo, que visitava o Brasil naquela ocasião. O jogo aconteceu no Estádio do Pacaembu, contou com vitória santista por 5 a 3 e teve destaque na publicação, à frente da decisão no Rio.

Palmeiras 0 x 0 Botafogo - Final do Campeonato Brasileiro de 1972

Dono da melhor campanha no torneio nacional, o Palmeiras entrou em campo na final de 1972, disputada em 23 de dezembro, podendo empatar para se sagrar campeão. Na semifinal, a equipe alviverde despachou o Internacional também com uma igualdade, de 1 a 1, no Pacaembu. O Botafogo, por sua vez, eliminou o Corinthians no Maracanã. Vitória por 2 a 1.

Na decisão, mais de 58 mil pessoas compareceram ao Estádio do Morumbi. Sob o comando de Oswaldo Brandão, recordista de jogos, vitórias e títulos pelo Palmeiras, o time alviverde ficou no empate com o Botafogo sem gols.

Capa do Estadão na véspera do Natal de 1972 destaca a defesa do Palmeiras para a conquista do título nacional. Foto: Acervo/ Estadão

O Palmeiras jogou com: Leão; Eurico, Luís Pereira, Alfredo Mostarda e Zeca; Dudu (Zé Carlos) e Ademir da Guia; Edu Bala (Ronaldo), Madurga, Leivinha e Nei. O Botafogo foi escalado por Sebastião Leônidas com Cao; Waltencir, Brito, Osmar e Marinho Chagas; Nei Conceição e Carlos Roberto; Zequinha, Jairzinho, Fischer e Ademir Vicente (Ferretti).

Publicidade

Palmeiras se sagrou campeão com um empate sem gols. Foto: Acervo/ Estadão
Segunda página da seção de Esportes do Estadão de 24 de dezembro de 1972 destacou o zagueiro Luís Pereira. Foto: Acervo/ Estadão

Outros confrontos memoráveis

Houve outras ocasiões em que Palmeiras e Botafogo duelaram em partidas decisivas. No entanto, nos dois casos destacamos pelo Estadão apenas uma das equipes entrou em campo em condições de ser campeã.

  • Palmeiras 3 x 0 Botafogo - Torneio Rio-São Paulo 1965

O Palmeiras chegou à partida decisiva daquele Rio-São Paulo com a mão na taça. Só perderia o troféu se fosse goleado pelo Botafogo em casa e a Portuguesa também conquistasse um placar elástico sobre o Flamengo, no Rio. Em campo, o time alviverde atropelou os botafoguenses, vencendo por 3 a 0, diante de mais de 46 mil torcedores no Pacaembu. Tupãzinho, Ademir da Guia e Dario fizeram a festa dos torcedores palmeirenses, que comemoram o título.

PUBLICIDADE

  • Palmeiras 3 x 1 Botafogo - Troféu Roberto Gomes Pedrosa - Campeonato Nacional de 1969

O Palmeiras conquistou o título nacional de 1969 em uma partida decisiva contra o Botafogo, em 7 de dezembro daquele ano. A partida celebrada no Estádio do Morumbi contou com dois gols de Ademir da Guia e um de César Maluco. Ferretti descontou para o Botafogo. Esse foi um dos grandes títulos da primeira academia alviverde e veio graças ao saldo de gols, superior ao do Cruzeiro, de Dirceu Lopes, que bateu o Corinthians, de Rivellino, naquela mesma data, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.