PUBLICIDADE

Publicidade

Cássio é anunciado pelo Cruzeiro e recebe festa da torcida em Belo Horizonte; veja vídeo

Recém-saído do Corinthians, goleiro de 36 anos assinou com o time celeste até o final de 2027

PUBLICIDADE

Por Estadão Conteúdo
Atualização:

Com direito a jatinho e muita festa da torcida cruzeirense, o goleiro Cássio iniciou uma nova etapa em sua carreira. O ídolo corintiano foi anunciado nesta terça-feira e assinou um vínculo com o clube mineiro até o final de 2027.

PUBLICIDADE

Pedro Lourenço, novo acionista majoritário do Cruzeiro, trouxe o reforço de 36 anos em seu jatinho particular. Cássio desembarcou no aeroporto e, na companhia do CEO Alexandre Matos, seguiu direto para a Toca da Raposa.

Uma grande concentração de torcedores se reuniu em frente ao CT do clube mineiro à espera da nova atração. Vestido de azul, Cássio recebeu das mãos do mandatário cruzeirense uma camisa amarela com o seu nome às costas.

Cássio recebeu camisa do Cruzeiro das mãos de Pedro Lourenço, dono da SAF celeste. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Solícito com os torcedores, o goleiro atendeu aos pedidos de fotos e autógrafos. Empolgado com o anúncio da contratação, Lourenço disse que o clube vai entrar em uma nova fase.

“É o início. Um grande time começa por um grande goleiro e o Cruzeiro é grande. O tamanho do Cássio nos representa. O Cruzeiro tem que subir o patamar. Sou torcedor e a emoção é muito grande”, afirmou o dirigente.

O diretor técnico Edu Dracena deu a dimensão do que a vinda do goleiro representa. Ele garantiu ainda que o Cruzeiro mostra, com esse investimento, que vai buscar coisas grandes.

“É para resgatar o orgulho cruzeirense. O Cássio não é só dentro de campo. Contratamos o pacote Cássio. Quanto tempo não tínhamos uma recepção dessas. É isso que queremos passar para o mercado. O Cruzeiro vai brigar por todos os campeonatos que disputar”, comentou Dracena.

Publicidade

Cássio chega para reforçar a equipe no Campeonato Brasileiro, mas só vai poder fazer a sua estreia a partir do dia 10 de julho, com a reabertura da janela de transferências.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.