PUBLICIDADE

CBF escapa de punição mais pesada e recebe multa por briga em Brasil x Argentina

Em novembro, confusão entre torcedores no Maracanã adiou o início do clássico pelas Eliminatórias da Copa de 2026

Foto do author Redação
Por Redação

A Fifa impôs, nesta quarta-feira, uma multa de 70 mil francos suíços (R$ 402,1 mil) à CBF como punição pela confusão entre torcedores brasileiros e argentinos no Maracanã, antes da partida entre Brasil e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, em novembro do ano passado. O episódio foi enquadrado no artigo 17 do Código Disciplinar da Fifa, que define sanções para desordem dentro ou nas redondezas dos estádios, e poderia ter desencadeado punições mais duras para a entidade máxima do futebol no País.

PUBLICIDADE

Há também uma punição direcionada ao meio-campista Joelinton, suspenso por dois jogos por causa do cartão vermelho direto recebido no jogo contra os argentinos, por ter acertado o rosto de De Paul. Com isso, ele não estará disponível para os próximos jogos das Eliminatórias, em setembro, contra Equador e Paraguai.

O clássico sul-americano começou com quase 30 minutos de atraso em decorrência da briga que envolveu a Polícia Militar do Rio de Janeiro e torcedores argentinos que estavam na arquibancada sul do Maracanã, atrás de um dos gols. Não havia separação entre as duas torcidas.

Confronto entre torcedores adiou o início do clássico entre Brasil e Argentina no Maracanã, em novembro de 2023. Foto: Pedro Kirilos/ Estadão

Ao se defender, na ocasião, a CBF disse ter planejado a partida de “forma cuidadosa e estratégica” junto às autoridades, “especialmente a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro”. De acordo com entidade, a PM aprovou sem objeções a estratégia de segurança apresentada.

Liderados por Lionel Messi, os jogadores argentinos deixaram o gramado assim que teve início a pancadaria nas arquibancadas. Depois, retornaram ao campo e decidiram jogar. O Brasil perdeu por 1 a 0 e amargou a terceira derrota consecutiva no torneio classificatório ao Mundial de 2026.

A lista de sanções divulgada pela Fifa nesta quarta tem outra punição à CBF, relativa à invasão de campo registrada na goleada por 5 a 1 sobre a Bolívia, no Mangueirão, em setembro de 2023. Neste caso, a multa foi de 5 mil francos suíços (R$ 28,7 mil).