Publicidade

Maracanã na abertura e 10 sedes: veja detalhes da candidatura do Brasil para Copa Feminina de 2027

Votação para definir país-sede do Mundial irá acontecer no dia 17 de maio, na Tailândia

PUBLICIDADE

Foto do author Gustavo Faldon
Por Gustavo Faldon
Atualização:

O Brasil vive a expectativa de sediar pela primeira vez na sua história a Copa do Mundo Feminina. O País é um dos finalistas para receber o Mundial de 2027, tendo a candidatura conjunta de Bélgica, Alemanha e Holanda como única concorrente.

O Estadão teve acesso aos detalhes da candidatura do Brasil que será apresentada à Fifa. A votação final erá no dia 17 de maio, em Bangkok, na Tailândia. A candidatura com o maior número de votos na eleição com as 211 confederações afiliadas à entidade máxima do futebol vence.

PUBLICIDADE

Na avaliação prévia feita pela Fifa, o Brasil recebeu uma nota de 4,5, maior que a dos europeus concorrentes (4).

Aproveitando a estrutura já deixada como legado da versão masculina da Copa do Mundo, em 2014, a candidatura do Brasil para 2027 terá 10 sedes, todas utilizadas no Mundial de 10 anos atrás.

São elas: Mineirão (Belo Horizonte), Mané Garrincha (Brasília), Arena Pantanal (Cuiabá), Castelão (Fortaleza), Arena Amazônia (Manaus), Beira-Rio (Porto Alegre), Arena Pernambuco (Recife), Maracanã (Rio de Janeiro), Fonte Nova (Salvador) e Neo Química Arena (São Paulo).

O Maracanã será a sede tanto do jogo de abertura da Copa, quanto da final, caso o Brasil vença a votação. No Mundial masculino, o jogo inaugural foi em São Paulo. As únicas sedes de 2014 não utilizadas agora seriam Curitiba e Natal.

Maracanã irá receber abertura e final da Copa do Mundo de 2027, caso Brasil seja sede. Foto: Maracanã via X

Além disso, outras 36 cidades seriam utilizadas como sede das seleções para treinamentos e estadia durante a Copa, prevista para ocorrer entre 24 de junho e 25 de julho de 2027.

Publicidade

Outros detalhes

A identidade visual da candidatura brasileira terá como base a água, presente de norte a sul do Brasil, como o futebol. O slogan da campanha é “Brasil, uma escolha natural”.

O projeto de candidatura foi construído por uma equipe majoritariamente feminina, tendo a sustentabilidade, conexão com a nova geração de fãs de futebol e direitos das mulheres como estratégia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.