Publicidade

Corinthians tem pior início no Brasileirão em 12 anos e vive ebulição nos bastidores

Time ainda não balançou as redes na competição e tem o pior aproveitamento entre os clubes da Série A no ano; em xeque, diretor de futebol tem demissão iminente

PUBLICIDADE

Foto do author Rodrigo Sampaio
Por Rodrigo Sampaio
Atualização:

Encerrada a terceira rodada do Brasileirão 2024, o Corinthians está entre os cinco times que ainda não venceram na competição. Com um empate e duas derrotas, a equipe comandada por António Oliveira soma apenas 1 ponto e está na 18ª posição, na zona de rebaixamento. Apesar de o campeonato ainda estar no início, o clube já tem o pior início na disputa desde 2012, há 12 anos, e liga o sinal de alerta.

O Corinthians vem de derrota fora de casa para o Red Bull Bragantino, por 1 a 0. Antes, perdeu para o Juventude por 2 a 0, também longe de São Paulo, e estreou com um empate sem gols com o Atlético-MG. Ao lado do lanterna Cuiabá, o time do Parque São Jorge é um dos únicos que ainda não balançaram as redes na competição.

Em 2012, o Corinthians também acumulava duas derrotas e um empate ao fim da terceira rodada. Na ocasião, a equipe alvinegra foi derrotada por Fluminense e Atlético-MG e ficou na igualdade com o Figueirense. Em contrapartida, aquele ano ficou marcado por ser um dos mais emblemáticos na história corintiana, com os títulos da Libertadores e do Mundial. Quem comandava o time era Tite, atualmente no Flamengo. Cássio e Paulinho são os remanescentes das conquistas no time atual.

António Oliveira, técnico do Corinthians, ainda não conseguiu levar time à vitória no Brasileirão.  Foto: Carla Carniel/Reuters

Até mesmo em 2007, ano do rebaixamento, o Corinthians teve um início melhor no Brasileirão. Foram duas vitórias e um empate nas primeiras três rodadas daquele ano. Apesar de os números na atual edição ainda serem insuficientes para projetar o futuro do time na competição, a situação não melhora quando o restante da temporada é levada em consideração. Segundo dados da plataforma Sofascore, o time do Parque São Jorge tem o pior aproveitamento entre as equipes da Série, com apenas 43,9%. Ao longo de 19 partidas em 2024, foram sete vitórias, quatro empates e oito derrotas, com 24 gols marcados e 18 sofridos.

Time mal, bastidores em ebulição

PUBLICIDADE

Em campo, o técnico português António Oliveira ainda não conseguiu achar uma equipe considerada titular. Contratações de grande expectativa, como Igor Coronado (lesionado) e Pedro Raul, ainda não corresponderam. A dificuldade para equilibrar o meio-campo piorou após Maycon sofrer grave lesão no joelho e ser descartado para o restante da temporada. Com a janela doméstica fechada, o time só poderá contratar em julho e deve recorrer à reforços caseiros para a posição, como o jovem Breno Bidon.

Fora das quatro linhas, os bastidores do clube estão em ebulição. Responsável por decretar que “a farra de Palmeiras e Flamengo havia acabado”, o diretor de futebol Rubens Gomes, mais conhecido como Rubão, rompeu com o presidente Augusto Melo e criticou conselheiros, em entrevista na última semana ao ge. Após a derrota para o Bragantino, Melo foi questionado se Rubão seria demitido. O mandatário não foi enfático, mas afirmou que haverá mudanças.

“As pessoas que dizem ser corintianas têm que fazer o que estamos fazendo, trabalhando 24 horas por dia pelo Corinthians, largando família, fins de semana, largando tudo em prol do time. Nós estamos dia e noite tentando buscar bons parceiros e, de repente, acontece tudo isso aí. Atrapalha. Mas essa semana nós vamos corrigir isso, pode ter certeza”, disse Augusto Melo.

Publicidade

O Corinthians volta a campo nesta terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), quando encara o Argentinos Juniors, fora de casa, pela Copa Sul-Americana. No domingo, o time recebe o Fluminense, na Neo Química Arena.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.