Publicidade

Dibu Martínez não é expulso após levar o 2º cartão amarelo; entenda o motivo

Goleiro protagoniza a disputa de pênaltis entre Lille e Aston Villa na Conference League

PUBLICIDADE

Foto do author Milena Tomaz
Por Milena Tomaz

O goleiro Emiliano ‘Dibu’ Martínez foi um dos destaques do jogo entre Aston Villa e Lille na Conference League nesta quinta-feira. Com o placar agregado empatado em 3 a 3, a definição do time classificado para as semifinais do torneio foi para os pênaltis. O arqueiro defendeu duas cobranças e ajudou o clube inglês a avançar de fase.

Martínez recorreu às mesmas táticas que usou na Copa do Mundo de 2022 para tentar desestabilizar os batedores. Após defender a primeira cobrança do Lille, que saiu dos pés de Bentaleb, o goleiro fez uma dancinha e um gesto com pedido de silêncio para a torcida do time francês, e foi advertido com um cartão amarelo.

Martínez defendeu duas cobranças de pênalti e ajudou a classificar o Aston Villa para as semifinais da Conference. Foto: Stephanie Lecocq/Reuters

PUBLICIDADE

Porém, o argentino já havia recebido um amarelo durante o jogo - aos 38 minutos do primeiro tempo - por atrasar o reinício da partida, e não foi expulso depois da segunda advertência.

Conforme regras da International Board, que regula o futebol internacional, os cartões amarelos são zerados para as disputas de pênaltis. Dessa forma, se o jogador receber um amarelo na etapa regulamentar ou na prorrogação, ele não é contabilizado nas penalidades máximas.

A norma foi muito favorável para o goleiro, que ficou em campo e pôde defender também a última cobrança do Lille, que foi de Benjamin André. O Aston Villa venceu a disputa de pênaltis por 4 a 3 e vai enfrentar o Olympiacos na semifinal da Conference. Após o apito final, Martínez voltou a esboçar uma dancinha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.