PUBLICIDADE

Publicidade

Em casa, Sport derrota o Atlético-MG por 2 a 1 e se aproxima do G-4

Em homenagem a Ariano Suassuna, cada uniforme do time pernambucano tinha o nome de um personagem criado pelo escritor

PUBLICIDADE

Por Monica Bernardes
Atualização:

No jogo em que homenageou Ariano Suassuna, seu fanático torcedor que faleceu nesta semana, o Sport derrotou o Atlético Mineiro por 2 a 1, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Cada uniforme do time pernambucano tinha um nome de um personagem de alguma obra do escritor e dramaturgo paraibano. Com o resultando, o Sport chegou aos 21 pontos, subindo na tabela de classificação e ficando perto do G-4 - grupo dos que hoje estariam classificados à Copa Libertadores. Com 15 pontos, o Atlético, que jogou sem Ronaldinho Gaúcho, se mantém em posição intermediária na tabela de classificação. Este foi o primeiro jogo dos mineiros quatro dias depois de garantir o título da Recopa Sul-Americana contra o Lanús. No próximo domingo, pela 13.ª rodada da competição, o Sport encara o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Já a equipe mineira recebe o Atlético Paranaense, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Sport está somente um ponto atrás do G-4 Foto: Lino Sultanum/Divulgação

PUBLICIDADE

Na primeira etapa, o Atlético manteve o maior domínio da partida, mas criou muito pouco e não conseguiu sair do 0 a 0. Até os 30 minutos, manteve a troca passes no ataque, tentou achar espaço para avançar e algumas vezes quase chegou lá. Em uma delas, durante contra-ataque, Diego Tardelli foi lançado em velocidade, invadiu a área e tocou na saída de Magrão, que sofreu, mas conseguiu salvar o Sport.

O time pernambucano, que até então se mantinha fechado na defesa, mudou de estratégia nos últimos 15 minutos. Aos 39, Neto Baiano recebeu sozinho na área pela direita e chutou cruzado levando perigo ao gol. Um minuto depois, aos 40, Zé Mário pegou sobra na grande área e bateu cruzado. A bola bateu em Marcos Rocha, mas ficou para Victor. A pressão rubro-negra seguiu até o final do primeiro tempo.

Na segunda etapa, a equipe pernambucana começou a pressionar desde os primeiros minutos e a postura mais agressiva acabou rendendo frutos rapidamente. Aos cinco minutos, Durval fez o lançamento, Felipe Azevedo ganhou de Emerson Conceição e tocou na saída de Victor, abrindo o placar.

A reação foi imediata. O Atlético adiantou a sua marcação e passou a dificultar para o Sport. E as alterações táticas não pararam por ai. O técnico Levir Culpi fez duas mudanças, tirando Jô, machucado, e colocando Luan e trocando Maicosuel por Dátolo na tentativa de reforçar as saídas pela lateral esquerda.

Mas pouco adiantou. Aos 23 minutos, em cruzamento da direita, Léo Silva afastou errado, Durval pegou a sobra e ampliou para os donos da casa. Em vantagem, o Sport se fechou e optou por explorar mais os contra-ataques. Aos 37, Diego Tardelli recebeu pela direita, deu um corte seco e parou no carrinho de Magrão. Marcado o pênalti, o próprio Tardelli cobrou e converteu, fazendo o primeiro da equipe mineira. Os minutos finais foram de pressão intensa do Atlético, que apesar do esforço, não conseguiu reverter o resultado.

FICHA TÉCNICA SPORT 2 x 1 ATLÉTICO-MG SPORT -

Publicidade

Magrão; Vitor, Ewerton Páscoa (Oswaldo), Durval e Renê; Ronaldo (William), Wendel, Danilo e Zé Mário (Ailton); Felipe Azevedo e Neto Baiano.

Técnico:

Eduardo Baptista.

ATLÉTICO-MG -

Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Emerson Conceição; Pierre (André), Leandro Donizete, Guilherme e Maicosuel (Dátolo); Jô (Luan) e Diego Tardelli.

Técnico:

Levir Culpi.

Publicidade

GOLS -

Felipe Azevedo, aos 6, Durval, aos 23, e Diego Tardelli (pênalti), aos 39 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS -

Leonardo Silva, Victor e Leandro Donizete (Atlético-MG).

ÁRBITRO -

Thiago Duarte Peixoto (SP).

RENDA E PÚBLICO -

Publicidade

Não disponíveis.

LOCAL -

Estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.