PUBLICIDADE

Publicidade

Filipe Toledo fatura etapa de Jeffreys Bay no Mundial de surfe e confirma sua vaga em Paris-2024

Brasileiro supera o australiano Ethan Ewing por 18,76 a 12,60 e obtém classificação para a próxima Olimpíada; Gabriel Medina fica pelo caminho e ainda não está no Top 5 da temporada

PUBLICIDADE

Por Estadão Conteúdo
Atualização:

Filipe Toledo tem bons motivos para festejar nesta quarta-feira. O surfista brasileiro sacramentou sua vaga na Olimpíada de Paris-2024 ao se sagrar campeão da etapa da África do Sul do Circuito Mundial de surfe, em Jeffreys Bay. De quebra, o atual campeão mundial ampliou sua vantagem na liderança do campeonato.

A sonhada vaga olímpica veio ainda na semifinal, quando superou o japonês Kanoa Igarashi. O triunfo confirmou pontuação suficiente para não ser mais alcançado por outro brasileiro na corrida olímpica. Ao todo, dez surfistas obterão a classificação olímpica pelo ranking do Circuito Mundial deste ano. O surfe passou a fazer parte da programação olímpica nos Jogos de Tóquio.

Filipe Toledo levou o título da etapa de Jeffreys Bay e se garantiu na Olimpíada. Foto: Beatriz Ryder/World Surf League

PUBLICIDADE

Trata-se da segunda vaga do Brasil no surfe para os Jogos de Paris-2024. Antes, Tatiana Weston-Webb já havia assegurado a classificação matemática em abril deste ano. O País poderá ter, no máximo, três representantes por gênero no surfe na Olimpíada de Paris.

Após disputar a semifinal, Filipinho manteve o embalo e a confiança em alta para brilhar também na final. Sem sustos, ele superou o australiano Ethan Ewing por 18,76 a 12,60. Apesar da derrota, Ewing assegurou vaga no WSL Finals, a última etapa da temporada, que terá apenas os cinco melhores surfistas do ano. Filipinho confirmou sua vaga na terça-feira.

O brasileiro se sagrou campeão na famosa praia de Jeffreys Bay pela terceira vez na carreira. Foi ainda sua terceira vitória na temporada. Filipinho lidera o ranking do ano com 54.980 pontos. Ewing agora é o segundo colocado geral, com 47.815 pontos. O Top 5 tem ainda o americano Griffin Colapinto, com 47.540 pontos, e os brasileiros João “Chumbinho” Chianca, com 42.960, e Yago Dora, com 36.865.

Os surfistas têm apenas mais uma etapa para entrar no Top 5 e disputar a grande final da temporada. Será a etapa do Taiti, em Teahupo’o, entre os dias 11 e 20 de agosto.

Um dos candidatos a entrar no Top 5 é o brasileiro Gabriel Medina. Mesmo caindo na semifinal nesta quarta, ele subiu uma posição no ranking e agora figura em sexto lugar. Na semifinal, ele foi batido por Ewing por 13,50 a 12,04. Na outra disputa, Filipinho superou Igarashi por 15,33 a 10,50.

Publicidade

Nas quartas de final, Toledo havia eliminado o australiano Jack Robinson por 16,33 a 15,06. Em outro confronto das quartas, Gabriel Medina venceu o havaiano Ian Gentil por 13,50 a 11,93. Já Yago Dora acabou sendo derrotado por Igarashi por 12,00 a 7,10. Ewing, por sua vez, superou o compatriota Connor O’Leary por 14,60 a 9,87.

No feminino, o título da etapa ficou com a americana Lakey Peterson, que despachou a australiana Molly Picklum por 14,77 a 13,50.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.