Publicidade

Grêmio conquista vitória épica sobre o Botafogo, com 3 gols de Suárez em noite genial

Time alvinegro leva mais uma virada e se afunda em crise, enquanto equipe gaúcha se coloca definitivamente na luta pelo título

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Em noite inspirada de Luis Suárez, o Grêmio venceu o Botafogo nesta quinta-feira, de virada, por 4 a 3, em São Januário, no Rio, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho chegou a estar perdendo por 3 a 1 no início do segundo tempo. Foi a quinta vitória consecutiva do Grêmio, que assumiu a vice-liderança, com 59 pontos. Tem a mesma pontuação que o líder Botafogo, contudo, perde no saldo de gols (23 a 8) e tem um jogo a mais - o rival carioca ainda jogará com o Fortaleza pela 29ª rodada.

PUBLICIDADE

Em compensação, o Botafogo conheceu sua quarta derrota consecutiva e perdeu fôlego na briga pelo título nacional. Ainda vê aumentar a pressão em cima do técnico Lúcio Flávio, que começa a ter o cargo ameaçado.

O início de jogo deu indícios de que Botafogo e Grêmio protagonizariam grande partida. E o melhor: com muitos gols. Logo aos cinco minutos, Hugo recebeu na esquerda e cruzou para Diego Costa. O atacante botafoguense dominou e chutou na saída do goleiro Gabriel Grando para abrir o placar. Mas o Grêmio, ainda se adaptando ao jogo, não se abateu e empatou três minutos depois, quando Carballo deu ótima assistência para Everton Galdino nas costas da marcação. O atacante invadiu a área e finalizou no contrapé do goleiro Lucas Perri.

Suárez celebra um de seus três gols pelo Grêmio contra o Botafogo Foto: Alexandre Durão/Grêmio

Com a partida bastante aberta, o Botafogo seguiu tentando o ataque e contou com a boa fase de Júnior Santos para tomar novamente a frente do marcador. Aos 28, Marlon Freitas serviu Diego Costa e ele finalizou para defesa de Gabriel Grando. No rebote, Júnior Santos só completou para as redes. Apesar da desvantagem, o Grêmio vinha tendo boa apresentação e ficou na bronca com a arbitragem antes do intervalo, quando Di Placido teria desviado bola com a mão dentro da área em lance de Besozzi. O lance não foi sequer revisado pelo VAR, o que também irritou Renato Gaúcho.

Virada

No segundo tempo, Botafogo e Grêmio voltaram em ritmo alucinante. Logo no primeiro minuto, Di Placido cruzou para Marlon Freitas e o volante finalizou cruzado para fazer o terceiro gol do time carioca e, teoricamente, deixar os donos da casa em situação confortável no jogo: 3 a 1.

O que ninguém contava é que Luis Suárez mudaria o roteiro do jogo para o Grêmio. Aos quatro minutos, ele recebeu cruzamento, passou pela marcação de Hugo e chutou na saída de Perri para descontar. Depois, aos oito, Ferreira serviu Suárez e o atacante uruguaio finalizou cruzado para deixar tudo igual.

Inspirado, Suárez chamou a responsabilidade e aos 23 minutos fez seu terceiro gol na partida. Em boa triangulação no meio-campo, Villasanti tocou de primeira para o uruguaio no ataque. Ele chutou forte. A bola ainda tocou em Perri antes de novamente ir para as redes. Foi gol da virada: 4 a 3.

Publicidade

O quarto gol mudou o ambiente em São Januário e, se antes a torcida do Botafogo apoiava, passou a vaiar e a criticar seus jogadores. Em meio a isso o time gaúcho ainda criou chances de marcar o quinto gol com Cristaldo, aos 35, e depois aos 38, com Nathan Fernandes. O Botafogo volta a campo no domingo para visitar o Red Bull Bragantino, às 16 horas, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Enquanto o Grêmio, no mesmo dia e horário, receberá o Corinthians, na Arena, em Porto Alegre.

BOTAFOGO 3 X 4 GRÊMIO

  • BOTAFOGO - Lucas Perri; Di Placido, Adryelson, Victor Cuesta e Hugo (Marçal); Danilo Barbosa (Eduardo), Marlon Freitas e Tchê Tchê (Janderson); Júnior Santos (Luis Henrique), Diego Costa e Victor Sá (Carlos Alberto). Técnico: Lúcio Flávio.
  • GRÊMIO - Gabriel Grando; João Pedro, Bruno Alves, Kannemann e Reinaldo; Ronald (Gustavo Martins), Villasanti e Carballo (Cristaldo); Luis Suárez (JP Galvão), Lucas Besozzi (Ferreira) e Everton Galdino (Nathan Fernandes). Técnico: Renato Gaúcho.
  • GOLS - Diego Costa, aos 5; Everton Galdino, aos 8; e Júnior Santos, aos 28 minutos do primeiro tempo. Marlon Freitas, a 1; e Luis Suárez aos 4, 8 e 23 minutos do segundo tempo.
  • CARTÕES AMARELOS - Diego Costa (Botafogo); Carballo (Grêmio).
  • ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel (SC).
  • RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.
  • LOCAL - Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.