PUBLICIDADE

Publicidade

México x Brasil: onde assistir ao amistoso, horário e escalação das seleções

Liderada por Vini Jr, seleção brasileira faz penúltimo teste antes da disputa da Copa América

PUBLICIDADE

Foto do author Ricardo Magatti
Por Ricardo Magatti
Atualização:

Depois de dois bons jogos contra Inglaterra e Espanha, a seleção brasileira faz amistosos contra seleções mais fracas, da América do Norte. Neste sábado, o adversário é o México, às 22 horas (horário de Brasília), no Texas, nos Estados Unidos. Na quarta, o Brasil enfrenta a seleção americana, em Orlando, no que será o último teste antes da estreia na Copa América.

PUBLICIDADE

Espera-se que as últimas apresentações da seleção brasileira em solo europeu há dois meses, com vitória sobre os ingleses e empate com os espanhois, somadas ao protagonismo de Vinicius Junior, candidato a ganhar a Bola de Ouro no fim do ano, e ao aparecimento de talentosos jovens jogadores, como Endrick, possam reaproximar o torcedor da equipe nacional.

Depois da última eliminação na Copa do Mundo do Catar, a grave lesão de Neymar e seguidas más atuações, além de um péssimo início nas Eliminatórias da Copa sob o comando de Fernando Diniz, o Brasil parece viver dias de paz com Dorival Junior no comando técnico.

“Nós estamos nos preparando muito bem para esse momento. A geração vem muito forte para ganhar grandes coisas com a seleção”, afirmou Vini Jr, o grande nome da atuação geral. Candidato a se tornar o melhor jogador do mundo, o astro do Real Madrid busca na seleção o protagonismo que alcançou no time espanhol, com gols em duas finais de Champions League. O Brasil não põe um atleta no topo do mundo desde 2007, quando Kaká ganhou a premiação.

Dorival, os atletas e torcedores depositam no atacante a esperança de que ele replique, com a camisa verde e amarela, as apresentações de destaque vestindo a camisa do Real Madrid que o levaram a ser reverenciado na Europa.

Vini Jr busca ser na seleção brasileira o protagonista que é no Real Madrid Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Rodrygo e Endrick, este que já se despediu do Palmeiras e formará no Real Madrid um trio de brasileiros no ataque, são os outros destaques da atual geração capazes de fazer a seleção deslanchar depois de meses de frustrações e derrotas.

“Sabemos que tem bastante seleções de alto escalão e será um campeonato muito difícil, mas não vai faltar garra e dedicação para poder conquistar esse título”, disse Endrick, já projetando a Copa América, sua primeira competição oficial pela seleção. O Brasil estreia dia 24, contra a Costa Rica, em Los Angeles. Colômbia e Paraguai serão os outros os adversários na primeira fase.

Publicidade

Dorival sinalizou que vai preservar seus principais astros, incluindo Vini Jr e Rodrygo, e mandará a campo uma escalação bastante modificada para o duelo com os mexicanos. Guilherme Arana, Yan Couto, Bremer, Pepê e Gabriel Martinelli devem ganhar uma chance entre os titulares.

Pepê, que já jogou como atacante, lateral e meia, tem a versatilidade como trunfo para conseguir espaço no elenco treinado por Dorival Júnior. “Jogar em várias posições permite que a gente consiga ter uma leitura toda diferente”, aponta o jogador do Porto.

“Nesta temporada, joguei até mais jogos como meia. Fui feliz também. Se o Dorival precisar, estou disponível”, completou Pepê, que, com 46 jogos, foi o atleta com mais atuações pela equipe portuguesa na última temporada. Ele desempenhou todas as funções no ataque, jogou como meia e até como lateral nos dois lados do campo. Na seleção, a tendência é de que jogue como meia.

O último confronto entre Brasil e México aconteceu há quase seis anos, em 2018, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. O Brasil venceu por 2 a 0, com gols de Neymar e Roberto Firmino.

No total, as duas seleções se enfrentaram 41 vezes, sendo cinco delas em Copas do Mundo, O Brasil foi vencedor em 24 dos 41 jogos disputados, empatou em sete deles e perdeu dez.

México e Brasil se enfrentam pelas quartas de final do Jogos Olímpicos. Foto: Arte/Estadão.

PUBLICIDADE

MÉXICO X BRASIL: SAIBA TUDO SOBRE O AMISTOSO

  • DATA: 08/03 (sábado).
  • HORÁRIO: 22 horas (horário de Brasília).
  • LOCAL: Estádio Kyle Field, em College Station, nos Estados Unidos.

ONDE ASSISTIR A MÉXICO X BRASIL AO VIVO

  • Globo (TV aberta).
  • Sportv (TV fechada).

PROVÁVEL ESCALAÇÃO DO MÉXICO

  • MÉXICO: Raúl Rangel, Brian García, Victor Guzmán, Oroz Chiquete, Arteaga; Edson Álvarez, Pineda, Fernando Beltrán, Alvarado; César Huerta e Guillermo Martínez. Técnico: Jaime Lozano.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO DO BRASIL

  • BRASIL: Alisson (Bento); Yan Couto, Beraldo, Bremer e Guilherme Arana; João Gomes, Douglas Luiz e Pepê; Endrick, Savinho e Martinelli. Técnico: Dorival Júnior.

ÚLTIMOS RESULTADOS DE MÉXICO E BRASIL

  • Espanha 3 x 3 Brasil - Amistoso
  • México 0 x 4 Uruguai - Amistoso
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.