Publicidade

Clubes europeus oferecem R$ 1 bilhão para tirar Vini Jr. do Real Madrid; saiba quais

Possível chegada de Mbappé é vista como facilitador no negócio, mas vontade do brasileiro é de não deixar a equipe madrilenha

PUBLICIDADE

Foto do author Leonardo Catto
Por Leonardo Catto

Vinicius Júnior pode ter uma mudança na carreira a partir da próxima temporada. O atacante do Real Madrid desperta interesse de grandes clubes europeus. Ainda que tenha reiterado a vontade de permanecer na equipe espanhola, as propostas que chegam ao presidente Florentino Pérez estão na casa de R$ 1 bilhão, o que pode fazer com que o negócio se torne uma vontade do Real Madrid.

PUBLICIDADE

A possível chegada de Mbappé ao elenco comandado por Carlo Ancelotti é vista como um facilitador para a negociação, já que o brasileiro e francês podem acabar disputando posição. Visando uma oportunidade de negócio, Chelsea, Liverpool e próprio Paris Saint-Germain, atual clube de Mbappé, bateram na porta do Real Madrid. A informação foi revelada e repercutida pelos jornais espanhóis El Debate e Sport.

Os três clubes estariam dispostos a pagar 200 milhões de euros (R$ 1 bilhão) pelo brasileiro. Caso uma negociação dessas se concretize, Vinicius Júnior passaria ao posto de segundo jogador mais caro da história, atrás de Neymar, contratado pelo PSG por 222 milhões de euros em 2017.

Vinicius Júnior é um dos principais jogadores do Real Madrid e tem boa relação com o restante do elenco. Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP

Além das cifras, o negócio esbarra na vontade de Vini Júnior. O contrato do jogador vai até 2027 e o atacante espera permanecer no Real Madrid. Os casos de racismo sofridos por ele na Espanha foram apontados pela imprensa espanhola como elemento que poderia impulsionar a saída do atleta, mas isso vai na contramão do que Vini falou na última coletiva da Data Fifa, quando defendeu a seleção brasileira.

“Pensei em sair, sim. Mas se saio daqui, estou dando o que querem aos racistas. Vou seguir lutando e jogando no melhor do mundo, ganhando títulos e fazendo muitos gols, para que vejam cada vez a minha cara. Sigo evoluindo para isso. Jogar futebol e fazer a alegria das minhas pessoas e de todos que vão ao estádio. Racistas sempre serão minoria. Como sou um jogador atrevido, que joga no Real Madrid e ganhamos muitos títulos, é complicado. Mas vou seguir firme e forte, pois o presidente me apoia, o clube me apoia, para que eu continue e possa ganhar muitas coisas”, declarou.

Vinicius Júnior está no Real Madrid desde 2018. Ele faturou o título da Champions League 2021/22, marcando o gol do título na final contra o Liverpool. São ainda dois títulos do Campeonato Espanhol, uma Copa do Rei, três Supercopas da Espanha e uma Supercopa da UEFA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.