PUBLICIDADE

Oliveira Andrade cita mágoa com Luís Roberto e revela apelido de narrador da Globo; assista

Demitido recentemente da Record, locutor de 73 anos abordou relação com a principal voz da emissora carioca durante participação em podcast

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Oliveira Andrade, icônico narrador de 73 anos, foi o convidado desta semana do podcast “Tomando Uma Com...”. Entre os assuntos, ele comentou a polêmica demissão da Record, ocorrida após somente duas transmissões, e afirmou que sente mágoa de Luís Roberto, principal voz dos jogos de futebol exibidos na Rede Globo. O veterano, que trabalhou na emissora carioca nas décadas de 1980 e 1990, recordou o início do colega no canal.

PUBLICIDADE

“O Luís Roberto encontrou comigo várias vezes nos estádios. Ele pela rádio, eu pela TV. Ele sempre vinha falar comigo. Em uma das vezes ele me entregou duas fitas com narrações dele na Bandeirantes. ‘Pô, me dá uma força lá’. Eu levei as fitas e entreguei. Eu já sabia que a Globo estava querendo contratar um outro narrador”, disse Oliveira Andrade.

“Fiquei chateado com o Luís Roberto. Porque quando ele foi contratado, ele não teve uma palavra comigo. Não teve uma palavra de ‘pô, você me deu uma força. Muito obrigado’. Nada, nada disso. Na época, me chateei. Não tenho nada contra ele, é um bom sujeito”, afirmou.

Oliveira Andrade comenta sobre relação com Luís Roberto no podcast 'Tomando Uma Com...' Foto: Reprodução/Tomando uma Com...

Ao comentar o fato de Luís Roberto ter herdado o posto de principal narrador da Globo após a aposentadoria de Galvão Bueno, Oliveira Andrade sugeriu que ele provavelmente levou vantagem sobre Cléber Machado por morar no Rio. Assim, teria mais proximidade com os donos da emissora. O experiente narrador aproveitou para revelar um apelido do colega.

“Eu conheço o Luís Roberto, tanto que o apelido dele é ‘senador’. Ele é cheio de dar tapinha nas costas, ele não se faz de rogado, não. Se ele encontrar o Roberto Irineu Marinho em algum lugar, ele vai lá e faz uma festa. É o jeito dele de se comportar, sempre muito simpático”, descreveu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.