PUBLICIDADE

Publicidade

Palmeiras não abre mão da liderança na Libertadores

Vitória no jogo contra o Cerro Porteño, na quinta, é fundamental para que o time alviverde garanta a liderança do grupo na Libertadores

PUBLICIDADE

Por Agencia Estado
Atualização:

O fracasso no Campeonato Paulista faz parte do passado. Com jogadores chegando e outros saindo do elenco, o primeiro passo do Palmeiras para tentar resgatar o prestígio abalado desde 1999 - quando conquistou a Copa Libertadores - é vencer o Cerro Porteño, quinta-feira, no Palestra Itália, às 22 horas, e garantir o primeiro lugar no Grupo 7 do torneio continental. ?Com os três pontos, vamos ter o direito de disputar o segundo jogo da oitava-de-final em casa?, disse Correa. O volante, que tem contrato até fevereiro de 2008, pode se transferir para o futebol europeu, assim como Marcinho Guerreiro, que vai atuar pelo russo Zenit no segundo semestre. ?Só fiquei sabendo por intermédio da imprensa. Jogar no exterior é um sonho de todo jogador, mas estou feliz aqui e passando por uma fase muito boa.? Correa e Marcinho estão garantidos diante do Cerro. O técnico Emerson Leão define a equipe nesta quarta após o treino pela manhã. Uma opção é o treinador escalar três zagueiros. Com isso, Douglas, recuperado de contusão, pode voltar ao time. Se apenas Gamarra e Daniel ficarem na zaga, Amaral entra na lateral-direita e Paulo Baier atua no meio-de-campo. Por outro lado, o meia Juninho deve ser avaliado nesta quarta da contusão muscular que o incomoda desde dezembro. Marcos segue em tratamento e não tem data para voltar. Nesta terça, o goleiro André Zuba, eleito revelação do Campeonato Paulista, atuando pelo América, se apresentou ao técnico Leão, ao lado do volante Roger.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.