PUBLICIDADE

Publicidade

Palmeiras retoma Libertadores com vagas em aberto e à espera de atacante

Clube reserva duas vagas para possíveis reforços antes do fim da inscrição para as próximas fases do torneio

Por Ciro Campos
Atualização:

O Palmeiras que vai ao Equador enfrentar o Barcelona, em Guayaquil, pela Copa Libertadores, na quarta, ainda não é um elenco acabado. As mudanças nas regras da inscrição colocadas em práticas pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e as tentativas fracassadas em busca de atacante permitem ao clube terem mais duas possibilidades de alteração na inscrição. 

Nesta segunda-feira o clube divulgou quatro mudanças na lista de inscritos. Os recém-contratados Bruno Henrique, Juninho, Luan e Mayke entraram nos lugares de Rafael Marques, Vitor Hugo, Vitão e Alecsandro. Como neste ano a Conmebol ampliou de três para seis o número de substituições permitidas para as oitavas de final, o Palmeiras poderá fazer ainda mais mudanças.

Cuca e o auxiliar, Cuquinha, observam treino do time na Academia de Futebol Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

PUBLICIDADE

A data final para a alteração é no máximo 48h antes do jogo de volta pelas oitavas de final, contra o Barcelona. A partida está marcada para 9 de agosto, no Allianz Parque. Uma vez feita essa essa nova relação, os 30 nomes terão de permanecer intactos até a semifinal, quando há uma nova janela para trocas. Serão possíveis fazer mais três substituições, em caráter definitivo.

A flexibilização das regras agradou à diretoria, que vai continuar em busca de atacante para repor as saídas de Alecsandro e Rafael Marques. Em tese, Diego Souza ainda não é um nome impossível, pois tem seis jogos disputados pelo Sport no Campeonato Brasileiro. Somente se este número chegar a sete o atacante não poderá defender outra equipe na competição.

Caso avance às fases decisivas, o elenco palmeirense poderá fazer trocas na lista de inscritos sem necessariamente precisar encaixar novas contratações. A comissão técnica trabalha para recuperar o meia Moisés e o zagueiro Thiago Martins, ambos submetidos a cirurgias no joelho. O retorno deles é estimado para setembro, mês em que será disputada a fase de quartas de final.

Por outro lado, quem continua relacionado para a disputa da competição o volante Arouca, submetido em março a uma cirurgia no tornozelo esquerdo. Arouca viajou com o grupo para a estreia na Libertadores, contra o Tucumán, na Argentina, quando ficou no banco de reservas durante o empate em 1 a 1. 

A partida no Equador marca o fim de praticamente 40 dias sem jogos do Palmeiras na competição e será o primeiro compromisso de Cuca fora de casa pela competição. "Muita coisa mudou nesse período. Todos que chegaram conhecem mais o seu companheiro, então fica mais fácil. Cada dia que passa estamos mais entrosados e isso facilita tanto dentro como fora de campo", disse o lateral-direito Mayke.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.