Publicidade

Santos tem reforços em estreia na Copa Sul-Americana com clima de recomeço

Equipe alvinegra visita o Banfield, na Argentina, e quer mostrar novos valores após eliminação precoce no Paulistão

Por
Atualização:

Após 17 dias, o Santos enfim voltará aos gramados nesta terça-feira. Em clima de recomeço, o time da Vila Belmiro vai enfrentar o Banfield às 19h15 (de Brasília), em Buenos Aires, em sua estreia na Copa Sul-Americana. Superada a decepção no Paulistão, o Santos terá reforços em campo, de olho também na estreia no Brasileirão, no fim de semana.

Na prática, a partida desta terça será quase uma nova estreia para o técnico Fabián Bustos, que assumiu o time em meio à dura situação da equipe no Estadual e não teve tempo para dar a sua cara ao Santos. Na ocasião, a preocupação era apenas evitar o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Paulista.

Fabián Bustos comandará o Santos em sua estreia na Sul-Americana Foto: Ivan Storti/ Santos FC

PUBLICIDADE

Desde sua despedida no Paulistão, no dia 19 de março, Bustos teve mais de duas semanas para treinar o time, buscar reforços e fazer testes na equipe. Nesse período, o treinador passou a contar com cinco novos jogadores no elenco: o zagueiro Maicon, os volantes Willian Maranhão e Rodrigo Fernández e os atacantes Bryan Angulo e Jhojan Julio.

Do quinteto, pelo menos dois devem estrear já como titulares na Argentina. O experiente Maicon deve formar trio de zaga com Bauermann e Kaiky. E Rodrigo Fernández, inscrito no Boletim Informativo Diário da CBF na segunda-feira, tem chances de compor o criticado meio-campo santista.

A escalação completa é uma incógnita porque Bustos comandou seguidos treinos fechados nos últimos dias. Mas é certo que Bustos terá dificuldades para escalar o setor ofensivo nesta terça. Ainda não registrado, Bryan Angulo sequer viajou com o grupo para a Argentina. Marcos Leonardo vai cumprir suspensão por ter sido expulso no jogo contra o Libertad, na edição passada da Sul-Americana. E Ângelo e Léo Baptistão se recuperam de lesões. 

Bustos pode escalar Lucas Braga como atacante de referência do time, tendo Ricardo Goulart, mais adiantado, como parceiro. Sem espaço no Paulistão, Carlos Sánchez pode aparecer como principal armador da equipe nesta formação. Dependendo do resultado, essa escalação poderá ser repetida na estreia no Brasileirão, sábado, contra o Fluminense.

Bustos ainda não indicou se vai tratar uma das duas competições como prioridade. Apesar dos rivais de menor peso no Grupo C, como Unión La Calera, do Chile, e Universidad Católica, do Equador, o Santos sabe que apenas o primeiro colocado da chave avançará às oitavas de final.

Publicidade

BANFIELD

Longe de empolgar, o Banfield conquistou a vaga na Sul-Americana ao ficar com o vice-campeonato da Copa Diego Maradona. Mas o momento atual não é dos mais favoráveis. Vindo de derrota em casa para o Argentino Juniors, por 2 a 0, na sexta, a equipe argentina é apenas a sétima colocada do seu grupo no Campeonato Argentino. São apenas três vitórias em oito partidas.

Sem tradição internacional, o time argentino nunca passou das quartas de final em torneios deste nível. A equipe não disputa a Sul-Americana há quatro anos. Em 2018, sua última participação, caiu nas oitavas diante do também argentino Defensa y Justicia.

FICHA TÉCNICA:

BANFIELD X SANTOS

BANFIELD - Enrique Bologna; Emanuel Coronel, Alejandro Maciel, Luciano Lollo e Franco Quinteros; ­Romero (Erik López), Nicolás Domingo, Giuliano Galoppo; Agustí­n Urzi, Juan Manuel Cruz e Juan Álvarez. Técnico: Diego Dabove.

SANTOS - João Paulo; Maicon, Bauermann, Kaiky; Felipe Jonathan, Rodrigo Fernández, Madson, Willian Maranhão, Carlos Sánchez; Ricardo Goulart e Lucas Braga. Técnico: Fabián Bustos.

Publicidade

ÁRBITRO - Derlis López (Paraguai).

HORÁRIO - 19h15 (horário de Brasília).

LOCAL - Estádio Florencio Sola, em Buenos Aires, na Argentina.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.