PUBLICIDADE

Publicidade

Técnico anuncia expulsão de Kevin Kuranyi da seleção alemã

Joachim Löw não relacionou o atacante para o jogo contra a Rússia; insatisfeito, jogador deixou o estádio

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O técnico da seleção alemã, Joachim Löw, anunciou neste domingo, a expulsão do atacante brasileiro Kevin Kuranyi da equipe. Kuranyi, naturalizado alemão e que atua no Schalke 04, não voltará a ser convocado, enquanto o treinador estiver no comando. "No futuro, não voltarei a escalá-lo para a seleção", disse Löw, após expressar sua irritação pela decisão de Kuranyi de abandonar ontem à noite o estádio de Dortmund durante a partida das Eliminatórias 2010 entre Alemanha e Rússia. O atacante saiu sem avisar os técnicos, porque não tinha sido relacionado entre os jogadores para a disputa. "Posso compreender sua decepção, mas sua reação, o que aconteceu ontem à noite, é inaceitável e incompreensível", disse o técnico, que lembrou que, "na seleção, há 20 jogadores e os treinadores têm que tomar várias vezes decisões difíceis". "Estamos surpresos. Foi surpreendente para todos nós", disse Löw à imprensa, ao comentar o abandono inesperado do jogador, além de revelar que, "apesar de ter realizado várias tentativas, Oliver Bierhoff e eu não conseguimos ainda falar com ele".  Acrescentou que, após anunciar os 18 jogadores que estariam em campo para a partida contra a Rússia e comunicar a escalação, Kuranyi o procurou "para expressar sua decepção" e por ter sido relegado à tribuna. O dominical Bild am Sonntag revelou que Kuranyi desapareceu durante a partido na qual a Alemanha venceu a Rússia por 2 a 1, e que o ônibus com os jogadores da seleção alemã saiu de Dortmund sem o atacante a bordo. Durante o primeiro tempo da partida, Kuranyi acompanhou o jogo da tribuna de honra com os outros responsáveis técnicos da seleção, e chegou a comemorar os gols de Lukas Podolski e Michael Ballack. O atacante teria sumido durante o intervalo, já que não voltou à tribuna, e supõe-se que voltou para casa antes do tempo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.