PUBLICIDADE

Torcida do Benfica pede contratação de Abel Ferreira e critica atual treinador por frase polêmica

Técnico Roger Schmidt diz que ‘quem critica deve ficar em casa’; brasileiro Arthur Cabral faz gesto obsceno em direção a torcedores

Por Leonardo Catto
Atualização:

O Benfica ocupa a segunda posição no Campeonato Português. Ainda assim, o clima não é o melhor no principal clube do país. Depois do empate por 1 a 1 contra o Farense, o treinador Roger Schmidt rebateu críticas da torcida. Em resposta, os torcedores clamaram pela contratação de Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, para o comando da equipe.

PUBLICIDADE

O time do craque argentino Di María não tem uma sequência boa nos últimos resultados. Na Liga dos Campeões, a equipe empatou em 3 a 3 contra a Inter de Milão. Esse foi o único ponto até então do time português, que é o lanterna do Grupo D, com um empate, quatro derrotas e nenhuma vitória. Depois, teve um 0 a 0 contra o Moreirense pela liga. A gota d’água foi o jogo contra o Farense. O Benfica saiu perdendo, em casa, e buscou o empate aos 26 minutos do segundo tempo, mas não conseguiu os três pontos.

No comando do Benfica desde maio de 2022, Roger Schmidt perdeu a paciência na coletiva pós-jogo. Ele reclamou que a torcida deixou de apoiar o time para fazer cobranças durante a partida. O técnico alemão ainda destacou que chances foram criadas, com 36 chutes a gol. “Quero agradecer aos torcedores que nos apoiaram até o último minuto. E aos outros, os negativos, por favor, fiquem em casa, porque não é bom para a equipe. Se não estiverem felizes hoje com o que os jogadores fizeram, como torcedores do Benfica, fiquem em casa. Se não é capaz de apoiar quando a equipe põe tanto esforço no jogo, é melhor ficar em casa e voltar quando formos campeões”, disparou.

Técnico alemão Roger Schmidt reclama de torcedores do Benfica e ouve pedidos por Abel Ferreira como resposta. Foto: Patricia de Melo Moreira/AFP

O técnico alemão cogitou até mesmo o pedido de demissão. “Vou pensar no que aconteceu esta noite e, se eu for o problema, se o Benfica precisar de um treinador para fazer substituições como os torcedores querem, não há problema, eu saio. E depois outro pode substituir e se calhar será melhor, veremos. Se eu sou o problema dou espaço para outro treinador ser melhor do que eu, se não sou bom o suficiente posso sair, é muito fácil e é algo em que irei pensar” disse o alemão.

Os torcedores consideraram as falas de Schmidt uma afronta. Em resposta, comentários no post do Benfica que comunicou o empate no Instagram pediam Abel Ferreira como novo técnico da equipe. “Vem, Abel”, “Abel Ferreira urgente” e “Bem-vindo, Abel Ferreira” foram algumas das frases comentadas.

Torcida do Benfica pede contratação de Abel Ferreira. Foto: Reprodução/Instagram/@slbenfica

Os pedidos dos torcedores, porém, dificilmente serão aceitos, mesmo que Schmidt não continue no cargo. Nesta sexta-feira, Abel Ferreira reforçou que será técnico do Palmeiras até dezembro de 2024, quando encerra o contrato com o clube. No ano passado, o vínculo foi estendido. Agora, foi oferecida a renovação de três anos, mais aumento salarial e pagamento de bonificação. No entanto, Abel não aceitou negociar e pretende apenas cumprir a próxima temporada.

Apesar de ter iniciado a carreira de treinador em Portugal, Abel nunca treinou o Benfica. Ele sequer passou pela equipe no tempo de jogador. No país, o técnico atual campeão brasileiro treinou Sporting B, Braga B e Braga, antes de ir para o PAOK, da Grécia, o último clube anterior ao Palmeiras. Como atleta, o ex-lateral direito defendeu Penafiel, Vitória de Guimarães, Braga e Sporting.

Publicidade

Arthur Cabral faz gesto obsceno para torcedores do Benfica

Também após o empate, o brasileiro Arthur Cabral foi registrado fazendo um gesto ofensivo para torcedores do Benfica. Ele saía do Estádio da Luz dirigindo seu carro, ainda no estacionamento. Em vídeo, é possível ver que o atacante mostra o dedo do meio para alguém que o filmava.

Neste sábado, o Benfica publicou um vídeo gravado por Arthur Cabral, em que o jogador pede desculpas. Ele assume que decepcionou o torcedor da equipe portuguesa, admite o erro e fala em melhora no desempenho para o restante da temporada.

“Ao ver as imagens do que aconteceu, eu posso dizer que estou ainda mais arrependido do ocorrido. Eu sei que não tem sido fácil este início no Benfica, sei que o torcedor esperava muito mais de mim, eu também esperava muito mais, mas posso dizer que tenho trabalhado muito, todos os dias, sabendo que posso entregar muito mais. Saí do estádio de cabeça muito quente, realmente de infelicidade, e, infelizmente, após ser insultado ao lado da minha família, eu não me consegui controlar”, diz um trecho do texto.

O brasileiro chegou ao clube de Lisboa ao início da atual temporada e soma apenas dois gols em 16 jogos. No empate contra o Farense, ele entrou apenas aos 44 minutos do segundo tempo. O pedido de desculpas termina com uma promessa de melhora coletiva da equipe “Continuarei trabalhando ao lado dos meus companheiros para colocar o Benfica no lugar dele e alcançar todos os nossos objetivos, que com certeza é ser campeão no final da temporada.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.