PUBLICIDADE

Publicidade

Torcida do Santos bate recorde e se torna o maior público da Neo Química Arena em 2024

Mais de 40 mil pessoas viram das arquibancadas do estádio do Corinthians a vitória e classificação do clube à final do Campeonato Paulista

PUBLICIDADE

Foto do author Milena Tomaz
Por Milena Tomaz

A torcida do Santos fez uma verdadeira festa nas arquibancadas da Neo Química Arena durante o jogo contra o Red Bull Bragantino na semifinal do Campeonato Paulista na última quarta-feira (27). Além de comemorar a vitória por 3 a 1 que classificou o time à final do torneio, os torcedores também puderam celebrar a quebra do recorde de público da arena do Corinthians na temporada.

Ao todo, 44.804 pessoas estiveram na Neo Química Arena, com uma renda de mais de R$ 3 milhões. A marca superada foi a de Corinthians x Santo André, que ocorreu no início de março e teve 43.379 pagantes, com renda de mais de R$ 2.6 milhões.

Torcida do Santos na Neo Química Arena durante o jogo contra o Red Brull Bragantino na semifinal do Campeonato Paulista. Foto: Santos FC via X

Essa não é a primeira vez que torcedores do Santos lotam estádios da capital paulista em 2024. Em fevereiro, o time alvinegro jogou contra o São Bernardo no MorumBis, que pertence ao São Paulo, e 50.132 pessoas lotaram as arquibancadas para assistir à partida. Na época, esse havia sido o maior público do Campeonato Paulista no ano.

Veja os maiores públicos da Neo Química Arena em 2024:

  • Santos 3 x 1 Red Bull Bragantino - Campeonato Paulista: 44.804 pessoas;
  • Corinthians 3 x 2 Santo André - Campeonato Paulista: 43.379 pessoas;
  • Corinthians 1 x 2 São Paulo - Campeonato Paulista: 43.481 pessoas;
  • Corinthians 1 x 0 Guarani - Campeonato Paulista: 42.357 pessoas;
  • Corinthians 0 x 1 Ponte Preta - Campeonato Paulista: 41.118 pessoas.

O Santos usou as redes sociais para destacar a festa feita pela torcida na arena de Itaquera. “‘Dentro ou fora do Alçapão’ não é apenas uma frase. Com a nação santista presente, todo lugar se transforma em Alçapão”, escreveu o clube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.