Publicidade

Kleina comemora boa fase do ataque

PUBLICIDADE

Por DANIEL AKSTEIN BATISTA
Atualização:

PALMEIRAS TITULARES DEVEM GANHAR FOLGA NA SUL-AMERICANASe o time de Luiz Felipe Scolari era conhecido por suas retrancas e jogo defensivo, o Palmeiras de Gilson Kleina já se destaca pelo seu poder ofensivo. Em duas partidas, a equipe marcou seis gols e voltou a animar a torcida alviverde. Com Felipão, a média do time no Campeonato Brasileiro foi de 0,92 gol por jogo.Mais do que um bom aproveitamento no ataque, o Palmeiras tem mostrado equilíbrio desde que Kleina assumiu o comando do time. Além dos gols marcados, só foi vazado uma vez, na vitória por 3 a 1 contra o Figueirense, na penúltima rodada. Anteontem, o triunfo foi de 3 a 0 sobre a Ponte Preta. "Estamos jogando de um jeito agressivo na frente e sem cometer erros grosseiros atrás", apontou Valdivia. Após a partida de sábado, no Pacaembu, Kleina também falou sobre o bom aproveitamento ofensivo. "O que mais me chamou a atenção na partida é que perdemos mais gols do que fizemos. Isso é legal porque o time criou bastante."Pela primeira vez no Brasileiro, o Palmeiras conseguiu duas vitórias consecutivas. Mas Kleina ainda não quer saber de comemorações, afinal a equipe ainda está na zona e rebaixamento, com 26 pontos. "Temos mais 11 guerras", afirmou sobre as rodadas restantes. "Não podemos deixar a euforia nem a empolgação bater, sabemos que temos de ter foco pra seguir nesse planejamento."Antes do clássico contra o São Paulo, no sábado, o Palmeiras encara o desafio de amanhã pela Copa Sul-Americana, no primeiro jogo das oitavas de final contra o Millonarios, no Pacaembu. E Kleina deve dar descanso a alguns atletas."É bem provável. Temos alguns jogadores que estão jogando e se tratando, como o Maikon Leite, o Valdivia e o Marcos Assunção", disse o treinador, já apontando quem deve ser poupado. "Temos de ter cuidado pra não perder jogadores dessa qualidade para o final do ano. Claro que temos de ter o foco no Brasileiro. Contra o Millonarios devemos jogar com um pouco mais de tranquilidade e, aí sim, focar o clássico, que nos é de grande valia." Ontem, o time não teve refresco e treinou na Academia.Voto direto? Hoje é dia de uma decisão importante no clube, mas nada relacionado ao futebol. Após muitas reuniões e adiamentos, finalmente o Conselho vai votar pelas eleições diretas no Palmeiras. Se for aprovado, ainda haverá uma Assembleia Geral pelos associados para ratificar ou não a mudança de estatuto. Mesmo que a resposta seja positiva nesses dois casos, as eleições de 2013 ainda serão pelos votos dos conselheiros - apenas em 2015 o sócio palmeirense poderá escolher seu presidente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.