PUBLICIDADE

NFL: Mahomes planeja levar Chiefs ao inédito 3º título consecutivo e mira Hall da Fama

Frio, calculista, inteligente, corajoso e audacioso: apesar de muito jovem, ele já é apontado como um futuro ícone do futebol americano e um dos maiores quarterbacks de todos os tempos

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Patrick Mahomes não se contenta em ter sido o maior responsável pelo segundo título consecutivo da NFL do Kansas City Chiefs, após vitória épica sobre o San Francisco 49ers, na prorrogação, domingo, por 25 a 22, em Las Vegas, EUA. Aos 28 anos, o segundo quarterback mais jovem a somar três campeonatos (2019, 2022 e 2023) já pensa na próxima temporada com o sonho de obter o primeiro tricampeonato consecutivo na história da liga. O jogo acabou de madrugado no horário de Brasília.

PUBLICIDADE

“Vou comemorar esta noite, comemorar no desfile e depois trabalhar para voltar ao jogo no próximo ano”, disse Mahomes no palco armado no moderno Allegiant Stadium. “Vou fazer o que puder para voltar a este jogo no próximo ano e conseguir o tricampeonato consecutivo.”

Frio, calculista, inteligente, corajoso e audacioso. Assim Mahomes é definido pelos companheiros e fãs. Apesar de muito jovem, ele já é apontado como um futuro integrante do Hall da Fama e um dos maiores quarterbacks de todos os tempos.

Patrick Mahomes, herdeiro de Tom Brady, quer mais: o inédito terceiro título consecutivo. Foto: Ashley Landis/AP

Travis Kelce foi outro jogador que revelou o desejo especial da franquia em somar mais um título na próxima temporada. Vale lembrar que o Brasil vai receber um jogo em setembro, no estádio do Corinthians, em Itaquera. “Bem, você sabe que o objetivo sempre foi conseguir três (títulos)”, disse Kelce, ao gritar no palco depois de beijar a namorada pop star Taylor Swift. “Mas não poderíamos chegar aqui sem conseguir esses dois e sem ter essa meta nas costas o ano todo... Que tal isso? Temos a chance de fazer isso três vezes seguidas.”

Mahomes, Kelce e seus companheiros já conquistaram um feito histórico ao somar o segundo título consecutivo, algo que não era registrado desde 2005, com o New England Patriots, do lendário Tom Brady.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.