PUBLICIDADE

Publicidade

Rebeca Andrade e Marcus D’Almeida são escolhidos Atletas do Ano do esporte olímpico brasileiro

Dupla recebeu o Troféu Rei Pelé, instituído este ano, em cerimônia realizada na Cidade das Artes, no Rio

Foto do author Marcio Dolzan
Por Marcio Dolzan
Atualização:

A ginasta Rebeca Andrade e Marcus D’Almeida, do tiro com arco, foram escolhidos nesta sexta-feira, 15, os Atletas do Ano do esporte olímpico brasileiro. O anúncio foi feito durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico (PBO), realizada na Cidade das Artes, na zona oeste do Rio. Os grandes vencedores receberam o Troféu Rei Pelé, instituído este ano.

PUBLICIDADE

Rebeca concorria com Duda e Ana Patrícia, do vôlei de praia, e Bia Haddad, do tênis. “A melhor coisa que posso fazer hoje é agradecer a todas às pessoas que acreditam na gente”, disse Rebeca, que se tornou a primeira mulher a ganhar três vezes o prêmio de Atleta do Ano, e de forma consecutiva. “Estou feliz demais. Foi muito difícil, mas nosso ano foi incrível e a ginástica tem crescido muito.”

No masculino, Marcus D’Almeida superou Hugo Calderano, do tênis de mesa, e Filipe Toledo, do surfe. “Eu não acredito no que está acontecendo. Eu venho de uma modalidade que ninguém conhecia, diziam que era arco e flecha”, falou o atleta, emocionado. “Este título não é só meu. É do Filipinho, do Hugo, e de todo mundo que sonha com o esporte.”

Marcus D'Almeida ganhou o Prêmio Brasil Olímpico 2023. Foto: Luiza Moraes/COB

Este ano, o PBO estreou um novo formato, menos cansativo que o de anos anteriores. Ao todo, 55 atletas venceram nas diferentes modalidades e receberam a premiação em conjunto. A entrega individual dos troféus ficou restrita às principais categorias.

Além dos prêmios tradicionais, também foram criadas as categorias Retorno do Ano, Equipes do Ano, Atleta Revelação e o Atleta Influenciador do Ano. Durante a cerimônia, houve também uma emocionante homenagem a Walewska e a outros atletas e dirigentes esportivos que morreram este ano.

Muitos dos premiados não puderam comparecer à cerimônia, o que ficou evidenciado na grande quantidade de poltronas vazias. Parte dos ausentes estava fora do País se preparando para competições.

Prêmios principais

  • Atleta do Ano: Marcus D’Almeida (tiro com arco) e Rebeca Andrade (ginástica artística)
  • Atleta Revelação: Maria Eduarda Alexandre (ginástica rítmica)
  • Retorno do Ano: Alison dos Santos (atletismo)
  • Atleta Influenciador do Ano: Luccas Abreu (tiro com arco)
  • Atleta da Torcida: Flávia Saraiva (ginástica artística)
  • Prêmio Inspire: Bruna Takahashi
  • Prêmio Espírito Olímpico: Fernando Sampaio (diretor-geral da Sanofi Brasil/Medley)
  • Destaques dos Jogos da Juventude: Larissa Afonso Borba (natação) e Daniel Santos Lima (ciclismo)
  • Melhor Equipe: beisebol (masculino) e vôlei (feminino)
  • Melhor Técnico Individual: Camila Ferezin (ginástica rítmica)
  • Melhor Técnico Coletivo: Ramon Ito (beisebol)
  • Troféu Adhemar Ferreira da Silva: Chiaki Ishii (bronze nos Jogos de Munique-1972, foi o primeiro medalhista olímpico do judô brasileiro).

Publicidade

Vencedores por modalidade

  • Águas Abertas – Ana Marcela Cunha
  • Atletismo – Caio Bonfim
  • Badminton – Davi Silva e Sânia Lima
  • Basquete 3x3 – Leonardo Branquinho
  • Basquete 5x5 – Yago Mateus
  • Beisebol – Felipe Natel
  • Boliche – Roberta Camargo Rodrigues
  • Boxe – Beatriz Ferreira
  • Breaking – Mayara Colins (Mini Japa)
  • Canoagem Slalom – Ana Sátila Vargas
  • Canoagem Velocidade – Isaquias Queiroz
  • Ciclismo BMX Freestyle – Gustavo de Oliveira
  • Ciclismo BMX Racing – Paola Reis
  • Ciclismo Estrada – Ana Vitoria Magalhães
  • Ciclismo Mountain Bike – Henrique Avancini
  • Ciclismo Pista – Alice de Melo e Wellyda Rodrigues
  • Desportos na Neve – Noah Bethonico
  • Desportos no Gelo – Nicole Silveira
  • Escalada Esportiva – Anja Köhler
  • Esgrima – Nathalie Moellhausen
  • Esqui Aquático – Felipe Simioni Neves
  • Futebol – Kerolin Ferraz
  • Ginástica Artística – Rebeca Andrade
  • Ginástica Trampolim – Camilla Lopes
  • Ginástica Rítmica – Barbara Domingos
  • Golfe – Valentina Bosselmann
  • Handebol – Bruna de Paula
  • Hipismo Adestramento – João Victor Oliva
  • Hipismo CCE – Marcio Carvalho Jorge
  • Hipismo Saltos – Stephan Barcha
  • Hóquei sobre Grama – Adam Imer
  • Judô – Beatriz Souza
  • Karatê – Bárbara Hellen Rodrigues
  • Levantamento de Peso – Laura Amaro
  • Natação – Guilherme Costa
  • Nado Artístico – Gabriela Regly e Laura Miccuci
  • Patinação Artística – Bianca Corteze Ameixeiro
  • Patinação Velocidade – Guilherme Abel Rocha
  • Pentatlo Moderno – Isabela de Abreu
  • Polo Aquático – Gustavo Guimarães (Grummy)
  • Remo – Lucas Verthein
  • Rugby 7 – Rafaela Conti
  • Saltos Ornamentais – Ingrid de Oliveira
  • Skate – Rayssa Leal
  • Surfe – Filipe Toledo
  • Tae kwon do – Maria Clara Pacheco
  • Tênis – Beatriz Haddad
  • Tênis de Mesa – Hugo Calderano
  • Tiro com Arco – Marcus Vinicius D’Almeida
  • Tiro Esportivo – Felipe Wu
  • Triatlo – Miguel Hidalgo
  • Vela – Martine Grael e Kahena Kunze
  • Vôlei de Praia – Ana Patricia e Duda Lisboa
  • Voleibol – Gabriela Guimarães
  • Wrestling – Laís Nunes
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.