EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Futebol, seus bastidores e outras histórias

Opinião|Viu o que Neymar escreveu na chuteira? Terá de fazer muito mais do que isso para mudar sua história

Notícia esportivas do craque brasileiro nos últimos tempos têm sido ruins ou péssimas: atacante tem mais uma chance sob o comando do técnico Luis Enrique no PSG, caso continue por lá

PUBLICIDADE

Foto do author Robson Morelli

Neymar fez uma homenagem bacana aos filhos, escrevendo o nome deles na parte de trás da chuteira, um lugar que ele não usa muito para jogar futebol, o calcanhar. Escreveu o nome de Davi Luca e Mavie. Postou a foto em uma chuteira branca, imagino que seja a sua predileta. Não sei se ele ainda tem isso pelo anos e fama. Mas todo jogador tem peças prediletas para entrar em campo.

PUBLICIDADE

Na postagem, Neymar escreveu “Deus está nos detalhes”. Os filhos no pé esquerdo e no coração podem dar sorte ao atleta na temporada. Ele está precisando. Dentro de campo, faz tempo que não tem notícia boa do melhor jogador brasileiro. As informações sobre o atacante são sempre ruins ou péssimas: uma contusão, dias fora de combate, cirurgia no tornozelo, título perdido na França, eliminação na Copa do Mundo, fim de linha na seleção, torcida em Paris pegando no seu pé, contrato sendo oferecido no mercado, fora da lista dos melhores do mundo, parceria com Mbappé em ebulição…

Não houve nada de positivo esportivamente na carreira do jogador nos últimos tempos, de modo a exclui-lo dos grandes acontecimentos e eventos do futebol. Nem na comemoração do PSG ele esteve. Faz tempo que não aparece na cerimônia da Fifa. Todo mundo sabe que tem alguma coisa errada com esse rapaz em sua carreira, que se desenhava gigantesca quando deixou o Santos com destino ao Barcelona e depois ao PSG, mas que se transformou num rascunho apenas. Na França, pouca coisa aconteceu em sua vida esportiva.

Neymar coloca o nome dos filhos na chuteira durante a pré-temporada Foto: Reprodução Instageam Neymarjr

Os filhos, a namorada, os 31 anos, uma nova temporada que se abre, quem sabe Neymar não muda essa história e volte a ser o protagonista que se propôs ser desde os lances geniais na Vila Belmiro. Hoje, Neymar não engraxa as chuteiras dos jogadores que dão as cartas na Europa, mesmo com todo o seu talento. É uma triste constatação. Poucos acreditam nele. Sob o comando de Luis Enrique, isso pode mudar. Já trabalharam juntos na Espanha. Quem sabe! Tudo na vida dele começa com “quem sabe”.

Neymar pode virar em breve, se não reagir, uma espécie de Ronaldinho Gaúcho, que parou com a bola sem aviso prévio e também foi abandonado por ela em silêncio. Mas o futebol, como costumo dizer, é uma mãe que dá chance a seus filhos várias vezes. Neymar está prestes a abraçar mais uma oportunidade na Europa, por ora no PSG, com quem tem contrato até junho de 2027. Ele tem, portanto, mais uma chance de mudar sua própria história, voltar a ser o cara que queria ganhar o mundo de chuteiras e sem os problemas que parece atrair na profissão.

Publicidade

Não sei se esse Neymar ainda existe. Recentemente, ele anunciou que vai continuar se colocando à disposição do técnico da seleção brasileira, hoje Fernando Diniz. Então, não pensa mais em abandonar o time nacional e vai trabalhar para disputar sua quarta Copa do Mundo em 2026. Messi ganhou a sua no seu ultimo ato, aos 35 anos. Neymar pode fazer o mesmo daqui a três anos. Mas para isso, ele terá de ter muito mais do que os nomes de seus filhos escrito na chuteira.

Opinião por Robson Morelli

Editor geral de Esportes e comentarista da Rádio Eldorado

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.