PUBLICIDADE

São Silvestre 2023: veja horário, percurso e onde assistir à prova

Principal corrida de rua da América Latina acontece neste domingo, 31 de dezembro, e tem como cenário alguns dos principais pontos turísticos da capital paulista

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Acontece no domingo a 98ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, a principal prova de rua da América Latina. Realizada anualmente em São Paulo no dia 31 de dezembro, a meia maratona mais famosa do País reúne competidores famosos e anônimos. Em 2023, são esperados cerca de 35 mil corredores para o tradicional percurso de 15 quilômetros, que passa por alguns dos principais pontos turísticos da capital paulista.

PUBLICIDADE

A largada mais uma vez acontecerá na Avenida Paulista, um dos maiores cartões postais de São Paulo, entre as ruas Frei Caneca e Augusta, no Centro. A chegada também será na Paulista, em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, na altura do número 900. A prova conta, ainda, com categorias visando a inclusão de todos os participantes, como cadeirantes.

A Avenida Paulista será fechada parcialmente no dia 30 de dezembro e ficará totalmente fechada a partir das 2h (horário de Brasília) do dia 31, incluindo ruas transversais, entre a Avenida Brigadeiro Luiz Antônio e a Rua Augusta.

Corrida Internacional de São Silvestre chega à sua 98ª edição em 2023.  Foto: ALEX SILVA/ESTADÃO

HORÁRIO

A São Silvestre 2023 conta com três horários de largada. Veja abaixo.

  • 7h25: largada categoria cadeirantes
  • 7h40: largada elite feminina
  • 8h05: largada elite masculina, Pelotão C, cadeirantes com guia e Pelotão Geral

ONDE ASSISTIR

A Corrida Internacional de São Silvestre terá transmissão da TV Gazeta e da TV Globo.

PERCURSO

A tradicional corrida de São Silvestre tem como cenário do percurso alguns dos pontos turísticos da capital paulista, como o Estádio do Pacaembu e a Praça da República. Os competidores também passaram pela Avenida São João, Avenida Ipiranga, Alameda Barão de Limeira e Avenida Brigadeiro Faria Lima.

Publicidade

Veja abaixo as ruas e avenidas da São Silvestre.

  • Av. Dr. Arnaldo
  • Rua Major Natanael
  • Rua Desembargador Paulo Passaláqua
  • Av. Pacaembu
  • Rua Norma Pieruccini Giannotti
  • Av. Rudge
  • Viaduto Orlando Murgel
  • Av. Rio Branco
  • Av. Ipiranga
  • Av. Duque de Caxias
  • Rua Rego Freitas
  • Rua Marquês de Itu
  • Rua Bento Freitas
  • Largo do Arouche
  • Av. Vieira Carvalho
  • Praça da República
  • Av. Ipiranga
  • Av. São João
  • Largo do Paissandu
  • Rua Conselheiro Crispiniano
  • Praça Ramos de Azevedo
  • Rua Coronel Xavier de Toledo
  • Viaduto Nove de Julho
  • Rua Maria Paula
  • Av. Brigadeiro Luís Antônio
  • Av. Paulista

COMO SURGIU A CORRIDA DE SÃO SILVESTRE?

O idealizador da prova de São Silvestre foi o jornalista Cásper Libero. Em 1924, ele assistiu a uma competição noturna em Paris, na França, na qual os atletas percorriam o trajeto portando tochas de fogo e resolveu implementá-la no Brasil na virada do ano. A primeira corrida foi disputada à meia-noite do dia 31 de dezembro de 1924. Alfredo Gomes, apelidado de Rei do Fôlego, terminou na frente entre os 48 inscritos, com o tempo de 23min10s4/100. O percurso era de 8.800 metros. Na primeira edição, apenas moradores da cidade podiam participar. A prova foi aberta a todos os brasileiros alguns anos depois.

QUEM FOI SÃO SILVESTRE?

O nome da corrida é inspirado em Silvestre I, o 33º papa da história do Catolicismo. Nasceu em Roma, em 295, e foi papa entre 314 a 335. Iniciou sua vida como papa com a missão de organizar Igreja Católica depois do decreto do imperador Constantino, que colocou fim à perseguição aos cristãos. Responsável por instituir o domingo como dia santo, ele morreu em 31 de dezembro de 335, razão pela qual a data se tornou o Dia de São Silvestre — após sua morte, foi canonizado santo pela Igreja e passou a ser referido como São Silvestre. Por ser realizada no último dia de cada ano, a corrida foi batizada com seu nome.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.