PUBLICIDADE

Publicidade

Federer supera Hewitt e vai às quartas na Austrália

Líder do ranking mundial enfrentará Davydenko, rival que o superou no ATP Finals e no Torneio de Doha

PUBLICIDADE

Por AE
Atualização:

Roger Federer

acabou, nesta segunda-feira, com as chances de

Lleyton Hewitt

seguir vivo no

, torneio de Grand Slam que é disputado na casa do adversário, em Melbourne. Muito superior nos dois primeiros sets, o tenista suíço venceu por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/3 e 6/4, e avançou às quartas de final.

Com o resultado, o líder do ranking mundial ampliou a sua larga vantagem no retrospecto de duelos contra Hewitt, acumulando a sua 17.ª vitória em 24 confrontos com o rival, que ganhou em apenas sete oportunidades.

Publicidade

Agora, porém, Federer terá pela frente um rival que o derrotou nas duas últimas partidas: o russo Nicolay Davydenko, que nesta segunda sofreu para superar o espanhol Fernando Verdasco por 3 sets a 2, com parciais de 6/2, 7/5, 4/6, 6/7 e 6/3.

Davydenko superou Federer no último ATP Finals, em Londres, no final do ano passado, e depois no Torneio de Doha deste ano. No retrospecto geral, entretanto, Federer tem uma vantagem de dez vitórias contra apenas duas conquistadas pelo adversário.

Além de Federer e Davydenko, outro favorito que avançou às quartas de final nesta segunda-feira foi o sérvio Novak Djokovic. Terceiro cabeça de chave em Melbourne, o tenista arrasou o polonês Lukasz Kubot por 3 sets a 0, com 6/1, 6/2 e 7/5.

Com a vitória, Djokovic jogará por uma vaga na semifinal contra o francês Jo-Wilfried Tsonga, que triunfou apenas depois de uma batalha de cinco sets com o espanhol Nicolas Almagro. Décimo cabeça de chave, ele venceu por 3 a 2 com parciais de 6/3, 6/4, 4/6, 6/7 e 9/7.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.