Publicidade

Guga, um fenômeno na Argentina

PUBLICIDADE

Por Agencia Estado
Atualização:

"Um fenômeno", "incrível", "fantástico" são algumas maneiras que os argentinos tentam explicar o milagre de Guga, na Argentina. Afinal, nenhum outro esportiva, a não ser Gustavo Kuerten, seria capaz de colocar lado a lado as torcidas de Brasil e Argentina. Como explicar que os argentinos estejam torcendo por Guga, mesmo diante de um adversário da casa? Esta é a pergunta que fez o jornal La Nación. Afinal, todos estão ainda boquiabertos com o fato de o brasileiro ter sido o responsável por estabelecer o re corde de público no Buenos Aires Lawn Tennis, com um total de 10 mil pessoas para seu jogo de primeira rodada, sendo seis mil na quadra e outras quatro mil no clube. Guga entrou em quadra aplaudido de pé. "Vendemos até mesmo os ingressos que estavam reservados para convidados", disse a organização do torneio. Por isso, Guga só joga à noite, quando o público é maior e a venda de entradas diminui os prejuizos de uma competição do nivel da Copa AT&T, realizada em época de crise econômica na Argentina. Qual seria o motivo de se ver torcedores argentinos enchendo as arquibancadas, usando as roupas de Guga e esquecendo-se totalmente da tradicional rivalidade esportiva entre os dois países. Alfredo Bernardes, do La Nación, escreve que o segredo está no fato de o brasileiro ser um modelo diferente de outros atletas profissionais. Sorri com frequência, não se nega a dar autógrafos, nem a posar para fotos. "É uma personalidade fantástica", disse o jornalista. Seu carisma na Argentina é tão grande que uma das mais famosa bandas do país, "Los Pericos", um estilo comparável com os "Paralamas do Sucesso", fez questão de ir ao torneio e estar ao lado de Guga, pedindo autógrafos no "players lounge". O diretor do torneio, o ex-tenista Martin Jaite, que conquistou inúmeros títulos no Brasil, disse: "Acho que só mesmo no Brasil e em Paris, o Guga é tão venerado quanto na Argentina." Para o diretor de comunicações da ATP, o espanhol Benito Barbadillo, há três motivos que fazem Guga ser querido em todo o mundo "profissionalismo, inteligência e ser uma boa pessoa."

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.