PUBLICIDADE

Publicidade

Meligeni perde e Brasil não tem mais representantes no torneio de simples em Roland Garros

Seis brasileiros enviados à França caíram já na rodada de estreia da competição

PUBLICIDADE

Por Estadão Conteúdo

O Brasil viu todos os seis representantes na chave de simples de Roland Garros serem eliminados na primeira fase. Nesta terça-feira, Felipe Meligeni tinha uma missão inglória na quadra central diante de Casper Ruud, sétimo favorito. Mesmo lutando, não conseguiu evitar a derrota diante do favorito norueguês, caindo em sets diretos, parciais de 6/3, 6/4 e 6/3.

Meligeni não imaginava jogar na Philippe-Chatrier, a quadra principal do Grand Slam de Paris. E até realizou um jogo equilibrado diante de um oponente que foi finalista em Roland Garros nas duas últimas edições, tem maior experiência, e vinha do título de Genebra.

Meligeni caiu frente a um dos favoritos da competição; demais brasileiros também foram derrotados na rodada de estreia Foto: Jean-francois Badias/AP

PUBLICIDADE

Desde 1988 que o Brasil não levava tantos tenistas à chave principal de Roland Garros. E, depois das derrotas surpreendentes de Bia Haddad e Thiago Monteiro, sobrou para o jovem a missão de tentar garantir ao menos um representante na segunda rodada - Gustavo Heide, Thiago Wild e Laura Pigossi também foram eliminados, mas em grandes apresentações.

O brasileiro, 137º do mundo, até equilibrou as ações no primeiro set, levando o jogo igual até 3 a 3. Mas o saque do norueguês fazia a diferença. No oitavo game, Ruud quebrou e bastava confirmar o serviço para abrir vantagem. Meligeni ainda teve um break point para voltar para a parcial, mas não sustentou e caiu com 6 a 3.

Diferentemente da parcial anterior, uma quebra logo no primeiro game custou o segundo set. E Ruud ampliou a vantagem ao defender bem o serviço e fechar por 6 a 4 após desperdiçar dois set points.

Sem conseguir pressionar o serviço de um especialista no saibro, e sob pressão na horta de sacar, Meligeni não impôs resistência no terceiro set e acabou levando 6 a 3 após duas quebras, sendo eliminado em 1h56 de um jogo que servirá muito de aprendizado para o futuro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.