Publicidade

Rio Open abre 10ª edição com recorde de brasileiros e novidades; saiba tudo sobre o evento

Comemorando uma década, maior competição de tênis da América do Sul começou nesta segunda-feira, dia 19, no Jockey Club Brasileiro

PUBLICIDADE

Foto do author Felipe Rosa Mendes
Por Felipe Rosa Mendes
Atualização:

O Rio Open iniciou sua 10ª e festiva edição nesta segunda-feira, dia 19, no Jockey Club Brasileiro, com recorde de tenistas brasileiros na chave de simples e novidades para atletas e para os fãs da modalidade. O maior torneio da América do Sul de tênis terá cinco representantes da casa graças ao triunfo de Felipe Meligeni no qualifying no fim de semana. O Rio Open faz parte de um grupo de 13 competições chamadas de ATP 500. É o maior evento esportivo anual da cidade e um dos poucos ATP 500 de saibro, como Barcelona e Hamburgo.

QUEM SÃO OS TENISTAS DO BRASIL NO RIO OPEN

O Brasil terá, além de Felipe Meligeni, os tenistas Thiago Wild, Thiago Monteiro, Gustavo Heide e João Fonseca. Todos na chave de simples. Os três últimos entraram no torneio com convite, sendo Heide o campeão da seletiva nacional, disputada em São Paulo no fim do ano passado. Wild, atual número 1 do País, entrou direto na chave.

VAGA NO CLASSIFICAÇÃO PRELIMINAR

PUBLICIDADE

Felipe Meligeni foi o último a se garantir no Rio Open, no domingo, ao superar o experiente argentino Juan Manuel Cerundolo por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (8/6). Foi a primeira vez que um tenista brasileiro conseguiu “furar” o qualifying, a fase preliminar que concede as últimas vagas na chave principal do torneio.

“É especial furar o quali em casa. Fiquei bem emocionado, minha família estava lá. Eu nunca tinha vencido um jogo de simples aqui no Rio e agora furei o quali, então é bem especial, uma sensação de alívio. A torcida me deu força quando precisei, estou muito contente de ter feito isso na frente dos meus amigos, da minha família, da minha equipe”, comentou o sobrinho do ex-tenista e comentarista Fernando Meligeni.

Felipe Meligeni será uma das novidades do Brasil no Rio Open 2024.  Foto: Sarah Stier / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

RECORDE DE BRASILEIROS EM QUADRA

Até então, o recorde de tenistas brasileiros na chave do Rio Open era de quatro atletas, marca que foi alcançada em 2017 e no ano passado. Há sete anos, os representantes foram João Souza, Thomaz Bellucci, Monteiro e Rogério Dutra. E, na temporada passada, estiveram na chave principal Bellucci, Monteiro, Matheus Alves e o jovem João Fonseca.

ESTRELAS ESTRANGEIRAS NO RIO OPEN

Entre os estrangeiros, as estrelas serão o espanhol Carlos Alcaraz e o suíço Stan Wawrinka, ambos campeões de Grand Slam. O croata Marin Cilic também estava confirmado, mas se machucou na semana passada e desistiu de competir no Rio. Se competisse no Jockey, a disputa de dez anos teria outro recorde: três campeões de Grand Slam numa mesma edição.

HOMENAGEM NA CERIMÔNIA DE ABERTURA

A cerimônia de abertura nesta segunda-feira preparou algo inédito na história da competição. A previsão é de diversas homenagens a tenistas, brasileiros e estrangeiros que foram campeões de edições passadas. Em outra novidade, o Rio Open terá uma grande tela de LED no fundo de quadra na arena principal, assim como existe no Aberto da Austrália e no US Open. A ideia será entreter o público com mensagens variadas e também atender às demandas dos patrocinadores.

Publicidade

“Vai ser uma edição icônica. Teremos uma cerimônia de abertura inédita. E já vai dar o tom do que será a semana do torneio. Estamos tentando trazer grande parte dos campeões anteriores do torneio para fazer uma homenagem, como fez Wimbledon quando celebrou os 100 anos da quadra central. Foi uma cerimônia linda”, revelou Marcia Casz, diretora geral do Rio Open, ao Estadão.

QUANTO PAGA O RIO OPEN?

O vencedor do torneio de simples ganha US$ 392 mil, aproximadamente R$ 1,9 milhão. O torneio brasileiro paga para o campeão nas duplas o valor de US$ 129 mil, o que dá R$ 639,8 mil na cotação atual.

ONDE ASSISTIR

Os jogos do Rio Open podem ser acompanhados no canal pago SporTV 3. A cerimônia de abertura acontece nesta segunda-feira, pouco antes das 19h (horário de Brasília).

PROGRAMAÇÃO 1º DIA DO RIO OPEN

QUADRA GUGA KUERTEN - 16h30

PUBLICIDADE

  • Facundo Diaz Acosta (ARG) X Stan Wawrinka (SUI)

Não antes das 19h

  • Carlos Alcaraz (ESP) x Thiago Monteiro (BRA)
  • Arthur Fils (FRA) x João Fonseca (BRA)

Publicidade

QUADRA 1 - 16h30

  • Felipe Meligeni Alves (BRA) x Pedro Cachin (ARG)
  • Yannick Hanfmann (ALE) x Nicolas Jarry (CHI)
  • Marcelo Melo (BRA)/Matwe Middelkoop (HOL) x Nicolas Barrientos (COL)/Rafael Matos (BRA)

QUADRA 2 - 16h30

  • Corentin Moutet (FRA) x Sebastian Baez (ARG)
  • Roberto Carballes Baena (ESP) x Cristian Garin (CHI)
  • Maximo Gonzalez (ARG)/Andres Molteni (ARG) x Fernando Romboli (BRA)/Thiago Wild (BRA)

QUADRA 4 - 16h30

  • Dusan Lajovic (SER) x Daniel Elahi Galan (COL)
  • Federico Coria (ARG) x Mariano Navone (ARG)
  • Sebastian Ofner (AUT)/Bernabe Zapata Miralles (ESP) x Alexander Erler (AUT)/Lucas Miedler (AUT)
Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.