PUBLICIDADE

Publicidade

US Open: Nadal perde de Tiafoe, Swiatek vira e Demoliner jogará inédita quartas de final

Tenista espanhol é surpreendido por Frances Tiafoe, que recoloca os EUA entre os oito melhores de simples após 10 anos

Foto do author Redação
Por Redação

Um dia após Daniil Medvedev, o número 1 do mundo, ser eliminado do US Open e ficar sabendo que perderá a liderança do ranking, Rafael Nadal, o segundo da ATP e principal candidato a assumir o trono do tênis, também deu adeus no último Grand Slam da temporada ao ser eliminado pelo último americano ainda vivo na competição. O espanhol caiu diante de Frances Tiafoe, parciais de 6/4, 4/6, 6/4 e 6/3.

Após 10 anos, o Grand Slam americano tem um representante local nas quartas de final. Mardy Fish, em 2012, foi o último tenista dos Estados Unidos a chegar entre os oito melhores de simples no complexo de Flushing Meadows, em Nova York.

Frances Tiafoe derrota Rafael Nadal no US Open e desbanca favorito Foto: Kena Betancur/ AFP

PUBLICIDADE

Com a torcida toda contra na Arthur Ashe Stadium, Rafael Nadal teria de buscar superação contra o empolgado americano Frances Tiafoe. Mas o número 2 do mundo sofreu muito com o saque forte e perdeu a primeiro parcial em 6/4. Com uma dupla falta do rival, devolveria o placar no segundo set.

Em um jogo bastante equilibrado, Nadal sofria para confirmar seus saques. Perdeu o game sete e acabou mais uma vez sem conseguir reagir, caindo por novo 6/4. Sem mais chances para erros, tinha de melhorar o saque, mas abriu o quarto set precisando salvar o breakpoint para fazer 1 a 0.

Nadal quebrou no game quatro e foi para o saque com chance de abrir 4 a 1, mas parou pra aí. Tiafoe devolveu a quebra, empatou e ainda virou para 5 a 3, levantando a torcida com quatro pontos seguidos. O americano ficou bem perto de ganhar pela primeira vez do espanhol e era bastante ovacionado em quadra.

Com um winner, Tiafoe abriu três match points no serviço de Nadal. A primeira chance parou na rede, mas ele fechou a seguir após pressionar e ver o espanhol também mandar na rede. Depois de duas derrotas no confronto, o americano ganhou finalmente e ficou bastante emocionado com o triunfo. Ele acabou aplaudido de pé.

O adversário do americano nas quartas de final será o russo Andrey Rublev, cabeça de chave 9 no US Open, que superou o britânico Cameron Norrie por triplo 6/4.

Publicidade

VIRADA DE LÍDER NO FEMININO

Iga Swiatek, líder do ranking mundial, levou um susto nesta segunda-feira, ao perder o primeiro set para a alemã Jule Niemeier, mas se impôs, buscou a virada e avançou para as quartas de final com 2/6, 6/4 e 6/0.

Na quarta-feira, em busca da semifinal, a polonesa terá pela frente a americana Jessica Pegula, cabeça 8, que deixou pelo caminho a checa Petra Kvitova com vitória tranquila por 6/3 e 6/2 em somente 1h09.

BRASIL NAS QUARTAS

Único representante brasileiro ainda na disputa do US Open, Marcelo Demoliner se garantiu nas quartas de final de duplas. Ao lado do português João Sousa, eliminou a dupla italiana formada por Andrea Vavassori e Lorenzo Sonego por 2 a 0, parciais de 7/6 (7/4) e 6/4.

Há nove meses, Demoliner passou por cirurgia no joelho e agora festeja o melhor resultado da carreira no US Open. Após dupla falta dos italianos, ele comemorou demais a vitória. Foram muitos abraços no português e depois uma grande sessão de fotos com os torcedores brasileiros que o apoiavam na quadra 5.

Nas quartas de final eles terão a dupla número 2 do mundo pela frente, formada pelo holandês Wesley Kooljof e o britânico Neal Skupski, que passou pelos australianos Matthew Ebden e Max Pucell com 7/6 (7/5), 3/6 e 6/3.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.