PUBLICIDADE

Publicidade

GP do Brasil de F-1 tem público superior à corrida do ano passado

De acordo com a organização da prova, 133.109 fãs estiveram presentes nos três dias de atividades no Autódromo de Interlagos

PUBLICIDADE

Por FELIPE ROSA MENDES E WILSON BALDINI JR.

Mesmo sem esgotar os ingressos, o GP do Brasil de Fórmula 1 deste ano teve público superior à corrida do ano passado. De acordo com a organização da prova, 133.109 fãs estiveram presentes nos três dias de atividades no Autódromo de Interlagos. O número é superior aos 130.475 que compareceram no circuito de São Paulo em 2013. Não foram divulgados os públicos de cada dia separadamente, como costuma acontecer. Mas não houve lotação máxima neste domingo. As arquibancadas apresentaram lugares vazios em diversos setores. No total, o público que assistiu aos treinos de sexta-feira e sábado e à prova deste domingo mostra uma recuperação na trajetória de queda que vinha se apresentando nos últimos anos no GP do Brasil. De 2012 para 2013, houve redução de 4,5%. O ano passado marcou o pior número em comparação aos quatro anteriores.

Muitos fãs invadiram a pista para festejar o terceiro lugar de Massa diante do pódio Foto: Clayton de Souza/Estadão

A ligeira recuperação no público pode ser atribuída à melhor situação vivida por Felipe Massa na Williams, em oposição aos últimos anos de Ferrari. Com um carro melhor, o brasileiro chegou ao pódio na edição deste ano do GP do Brasil e o terceiro lugar foi comemorado efusivamente pelos torcedores brasileiros.

Muitos invadiram o autódromo para festejar o resultado diante do pódio, gritando o nome do piloto e entoando cânticos de apoio: "Olê, Olê, olê, olá, Massa, Massa", gritavam os fãs, que também homenagearam o tricampeão Ayrton Senna. Também xingaram o espanhol Fernando Alonso, ex-companheiro de Massa na equipe italiana.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.