PUBLICIDADE

Publicidade

Massa diz que disputa com Lewis Hamilton foi justa

Brasileiro diz que punição com passagem pelo box foi pesada de mais e projudicou sua corrida

PUBLICIDADE

Por AE
Atualização:

Ao fim da corrida do Japão, marcada por erros e punições dos dois líderes do campeonato da Fórmula 1 na madrugada deste domingo, o piloto brasileiro Felipe Massa minimizou a sétima colocação e afirmou que a disputa com Hamilton, pela qual foi punido, foi justa. Veja também: Alonso vence prova marcada por lambanças de Hamilton   Classificação do Mundial de Pilotos e de Construtores   Blog do Livio Oricchio: Notícias e bastidores da F-1   Mais imagens do GP do Japão de F-1 "Foi uma corrida estranha depois de tudo o que aconteceu na pista. No final, o sétimo lugar não é um desastre, já que o meu rival não marcou pontos", declarou o piloto da Ferrari. Para o brasileiro, a briga pelo quinto lugar com Hamilton, durante a corrida, foi justa, apesar do inglês reclamar uma punição maior para Massa. "Acho que o duelo foi duro, mas justo. A punição, com a passagem pelos boxes, realmente prejudicou a minha corrida". Na disputa, o líder do campeonato foi tocado pelo brasileiro, girou e foi parar na última posição. Em seguida, Massa foi punido com uma passagem pelos boxes. Hamilton também acabou punido, mas devido a uma fechada em Raikkonen na largada. Depois do duelo com Hamilton, Massa ainda tocou no carro de Sebastien Bourdais. O brasileiro rodou, mas acabou em sétimo após a penalização do francês ao fim da prova. "Quando ao incidente com Bourdais, acho que há pouco para dizer. Eu já havia entrado na curva e ele bateu em mim por trás, me fazendo rodar". Com a redução da vantagem de Hamilton na classificação, o brasileiro ganhou maior motivação para brigar pelo título. "Agora daremos o nosso máximo nas próximas duas corridas. Temos um grande potencial disponível e devemos fazer tudo que pudermos para explorá-lo".  

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.