PUBLICIDADE

Janela de Boeing 737 racha, e avião é obrigado a voltar para aeroporto no Japão

Voo da All Nippon Airways levava 65 pessoas e teve retornar a Sapporo após rachadura ser encontrada na cabine da aeronave

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Um avião da All Nippon Airways (ANA) do Japão retornou ao aeroporto de partida no sábado, 13, depois que uma rachadura foi encontrada na janela da cabine da aeronave Boeing 737-800 em pleno ar, afirmou um porta-voz da companhia aérea.

Cerca de meia hora após decolar do aeroporto de Shin Chitose, que atende à cidade de Sapporo (norte do país), o voo 1182 da ANA, com 59 passageiros e seis tripulantes a bordo com destino a Toyama (costa oeste), teve que retornar ao detectar uma rachadura em uma janela, informou a agência Kyodo. De acordo com um porta-voz da ANA, não houve feridos, e a companhia aérea procedeu à substituição da janela danificada.

All Nippon Airways. MUST CREDIT: Bloomberg photo by Toru Hanai Foto: WashingtonPost / WashingtonPost

A aeronave não era um dos aviões Boeing 737 Max 9, que estiveram sob os holofotes após uma porta se soltar de uma aeronave da Alaska Airlines a uma altitude de quase 5 mil metros na semana passada. Os aviões Boeing 737 Max 9 estão suspensos pela agência reguladora de aviação dos Estados Unidos até que novas verificações de segurança sejam feitas.

O avião da Alaska Airlines foi forçado a retornar à cidade de Portland (Oregon, EUA), de onde havia partido, poucos minutos após a decolagem, sem que ocorressem ferimentos graves, apesar da despressurização da cabine. /EFE

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.