‘Estão todos chapados’: ratos invadem sede de polícia nos EUA e comem maconha apreendida

Prédio da polícia de Nova Orleans também está sendo tomado por mofo e baratas, segundo a superintendente de polícia Anne Kirkpatrick; autoridades municipais avaliam proposta para transferir temporariamente a sede para outro lugar

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A sede da polícia de Nova Orleans, nos Estados Unidos, está tão velha e dilapidada que ratos estão comendo a maconha confiscada e armazenada ali como evidência, afirmou a chefe de polícia da cidade. “Os ratos que comem nossa maconha, eles estão todos chapados”, disse a superintendente de polícia Anne Kirkpatrick aos membros do Conselho Municipal de Nova Orleans.

Kirkpatrick descreveu a infestação de roedores e a decadência nos escritórios que abrigam a polícia de Nova Orleans desde 1968, dizendo que os policiais até encontraram excrementos de rato em suas mesas. O prédio também está sendo tomado por mofo e baratas. Segundo Kirkpatrick, seus 910 policiais chegam ao trabalho e encontram ar-condicionado e elevadores quebrados.

PUBLICIDADE

Kirkpatrick disse aos membros do Conselho Municipal que as condições são desmoralizantes para os funcionários e afastam potenciais recrutas que aparecem para entrevistas. ”A sujeira é extraordinária”, disse ela, acrescentando que não é culpa da equipe de limpeza do departamento. “Eles merecem um prêmio por tentarem limpar o que não pode ser limpo.”

O departamento de polícia não respondeu a um pedido enviado por e-mail pela Associated Press na quarta-feira, 13, para obter mais informações sobre como descobriram que a maconha foi consumida por ratos ou se algum caso foi afetado pela situação.

As autoridades municipais estão tomando medidas para transferir o departamento para um novo espaço. Essa tem sido uma prioridade da chefe de polícia desde que assumiu o cargo, em outubro de 2023. O Conselho Municipal avalia uma proposta de gastar US$ 7,6 milhões em um arrendamento de 10 anos para transferir temporariamente a sede da polícia para dois andares em um prédio no centro da cidade.

A superintendente da polícia de Nova Orleans, Anne Kirkpatrick; sede da instituição tem infestação de ratos e baratas.  Foto: Brett Duke/The Times-Picayune/The New Orleans Advocate via AP

Nova sede permanente

O Comitê de Justiça Criminal do Conselho concordou na última segunda-feira em levar a proposta de arrendamento ao plenário do Conselho Municipal para votação, informou o The Times-Picayune/The New Orleans Advocate. Kirkpatrick diz que o contrato de aluguel daria ao departamento tempo para elaborar planos para uma nova sede permanente.

Ron Harrison, diretor técnico global da Orkin Pest Control, disse à Associated Press que nunca encontrou ninguém relatando ratos que comiam maconha, embora a empresa tenha contratos de controle de pragas para algumas estufas que a cultivam.

Publicidade

Harrison disse que a situação de Nova Orleans não é completamente chocante, já que os ratos são onívoros, e que os ratos poderiam sentir os mesmos efeitos da maconha que os humanos, dependendo da forma em que ela se apresenta.

“A partir da compreensão da biologia do rato e de como ele é um pouco semelhante a nós, eu acredito que, com base na quantidade ou concentração que eles ingerem, seria um pouco semelhante ao que os humanos experimentam”, disse. / AP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.