Tempestades deixam ao menos 11 mortos na Grécia, Bulgária e Turquia

Inundações causadas pelas fortes chuvas forçaram retirada de moradores nas áreas atingidas

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

Ao menos 11 pessoas morreram em inundações causadas por tempestades nesta quarta-feira, 6, na Grécia, Turquia e Bulgária, informaram autoridades.

PUBLICIDADE

Ruas inteiras se transformaram em rios no noroeste da Turquia, incluindo Istambul. Duas pessoas morreram e quatro estão desaparecidas na cidade de Kirklareli, noroeste do país, segundo os serviços de emergência turcos.

Na Grécia, onde incêndios florestais de grandes proporções causaram estragos recentemente, a tempestade atinge desde a segunda-feira a região central de Magnésia e sua capital, Volos, distante 300 quilômetros ao norte de Atenas. Uma mulher de 87 anos foi encontrada morta nesta quarta-feira na cidade de Paltsi, localizada na região, após desaparecer na chuva.

Homem caminha perto de uma casa parcialmente destruída na aldeia de Kala Nera, em Pelion, Grécia, em imagem desta quarta-feira, 6. Região foi atingida por tempestades Foto: Louisa Gouliamaki/Reuters

Na terça-feira, um homem de 51 anos foi encontrado morto perto de Volos depois de ser arrastado por uma enxurrada de inundação.

Na Bulgária, as tempestades causaram enchentes na região do Mar Negro. Ao menos 60 pessoas precisaram ser retiradas de casa.

A intensidade das chuvas é um efeito da quantidade maior de vapor de água na atmosfera, causada pelas mudanças climáticas. Isso aumenta o risco de precipitação forte algumas partes do mundo, particularmente na Ásia, Europa Ocidental e América Latina. /AFP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.