Amazon vai fechar 87 lojas nos EUA em abril

Serão fechadas todas as lojas "pop-up" da empresa nos Estados Unidos, que oferecem testes para produtos e serviços da Amazon, como o leitor eletrônico Kindle e a caixa de som inteligente Echo

PUBLICIDADE

Por Redação Link
Atualização:
A Amazon disse que concentrará investimentos na expansão de suas livrarias e da loja “Amazon 4 estrelas” Foto: REUTERS/Brendan McDermid

A Amazon afirmou nesta quarta-feira, 6, que fechará todas as 87 lojas “pop-up” nos Estados Unidos em abril deste ano. Essas lojas ficam dentro de outros estabelecimentos como shoppings e até na cadeia de supermercados Whole Foods, adquirida pela Amazon em 2017. Em uma loja “pop-up” usuários podem testar produtos e serviços da empresa, como o leitor eletrônico Kindle, a caixa de som inteligente Echo e a plataforma de streaming Amazon Prime Video. 

PUBLICIDADE

Em entrevista ao site CNBC, um porta-voz da Amazon afirmou que o fechamento das lojas “pop-up” será acompanhado de investimentos na expansão de suas livrarias e da loja “Amazon 4 estrelas”, que coloca nas pratelerias os produtos mais bem avaliados baseando-se nos dados de consumo dos usuários no site da Amazon. “Nessas outras lojas oferecemos uma experiência melhor para o cliente, com seleção mais ampla”, afirmou. 

As lojas Amazon Go, que são supermercados sem caixa, também continuarão a funcionar normalmente – a empresa planeja abrir cerca de 3 mil estabelecimentos do tipo até 2021, de acordo com uma reportagem da agência de notícias Bloomberg, publicada em setembro do ano passado. 

Outra jogada da Amazon em direção ao varejo físico é o plano de abrir uma rede de supermercados populares, notícia divulgada pelo Wall Street Journal na semana passada. De acordo com o jornal, a empresa pretender abrir dezenas de lojas, sendo que a primeira será inaugurada em Los Angeles, na Califórnia, até o final deste ano. 

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.