PUBLICIDADE

OpenAI vai usar conteúdos jornalísticos da Axel Springer para treinar ChatGPT

Parceria vai fornecer artigos da Business Insider, Politico e Bild para alimentar IA da empresa

Foto do author Bruna Arimathea
Por Bruna Arimathea
Atualização:

A OpenAI fechou uma parceria com o grupo de mídia Axel Springer para usar o conteúdo jornalístico no treinamento da inteligência artificial (IA) que dá vida ao ChatGPT nesta quarta-feira, 13. Com o acordo, a empresa de Sam Altman vai ter acesso a milhares de publicações para usar como base nas respostas geradas pela IA, além de fornecer links diretos para as matérias quando elas forem utilizadas.

PUBLICIDADE

De acordo com as duas companhias, os conteúdos poderão ser resumidos para responder perguntas, citados com acesso aos links originais e usados para treinar modelos de linguagem, como o GPT-4. Entre os veículos que terão suas matérias utilizadas pelo ChatGPT estão Business Insider, Politico, Bild e Die Welt.

Além disso, artigos que são, previamente, acessíveis apenas para assinantes desses veículos poderão ser utilizados para alimentar a IA.

“Queremos explorar as oportunidades do jornalismo potencializadas pela IA — para trazer qualidade, relevância social e o modelo de negócio do jornalismo para um próximo nível”, afirma o CEO da Axel Springer, Mathias Döpfner.

O acordo, que pode ser um dos maiores até o momento a unir veículos jornalísticos para treinar IA, não é o primeiro do tipo. Em julho deste ano, a Associated Press firmou uma parceria semelhante com a OpenAI para que suas matérias fossem usadas para alimentar a base de dados do ChatGPT.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.