Mercado de eSports vai valer US$ 436 milhões em 2016, diz consultoria

Pricewaterhouse Coopers divulgou relatório sobre tamanho do setor de esportes eletrônicos; jogos de tiro são os favoritos da audiência

PUBLICIDADE

Por Bruno Capelas
Atualização:

Divulgação

 Foto:

PUBLICIDADE

O mercado de esportes eletrônicos (conhecido também como eSports) deve gerar US$ 436 milhões em receitas em 2016, de acordo com um novo relatório da consultoria Pricewaterhouse Coopers – em crescimento de 43% com relação ao ano de 2015.

Não é a primeira grande empresa que mostra o potencial do cenário competitivo de games: em janeiro, a Deloitte divulgou que o mercado de eSports deve chegar a faturar US$ 0,5 bilhão neste ano. A PwC divulgou ainda uma pesquisa a respeito da audiência dos eSports, com resultados interessantes: 57% da audiência de eSports se autodescreve como “gamers hardcore” (em uma tradução conotativa, “gente que leva os games muito a sério”).

Leia também:INTZ vence 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de League of LegendsMaior empresa de eSports do mundo, ESL lança campeonatos no Brasil

Mais de um terço dos fãs de eSports estão entre os 18 e os 24 anos, e as mulheres são maioria: 22% dos entrevistadas pela PwC disseram ter uma relação muito forte com os games competitivos, enquanto apenas 18% dos homens revelou esse laço.

Além disso, uma surpresa no tipo de jogo favorito: apesar de League of Legends ser o game mais assistido, quem lidera na preferência dos espectadores de eSports é a categoria de jogos de tiro em primeira pessoa: nada menos que 63% dos fãs de eSports disseram assistir a jogos do gênero, contra apenas 37% para os MOBAs (jogos online em arena de batalha para múltiplos jogadores) como League of Legends e Dota 2.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.